PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

28 de agosto de 2010

Palavras que confundem: SETZEN X SITZEN

Olá amigos,

uma pergunta de um leitor, mesmo depois de ter lido os tópicos sobre os verbos que querem dizer "pôr".

"O verbo SETZEN não é colocar e o verbo SITZEN é que é sentar? Fiquei na dúvida..."

Explicando novamente:

SITZEN significa ESTAR SENTADO. Não significa SENTAR.

Quando alguém diz: ICH SITZE, essa pessoa está dizendo EU ESTOU SENTADO.

Wo sitzt du? Onde você está sentado?
Paula sitzt neben ihrem Freund. - Paula está sentada ao lado do seu namorado.
Wir sitzen weit vorne. - A gente tá sentado lá na frente.

SETZEN é sentar ou pôr, colocar algo/alguém numa posição SENTADA.

Em português o correto seria dizer SENTAR-SE, e não só SENTAR, quando o sentido é sentar A SI MESMO. Só que o "SE" de muitos verbos está desaparecendo da boca dos brasileiros.

O Fábio Jr. canta "Senta aqui".. o correto seria "Sente-se aqui" ou "Senta-te aqui".
Os brasileiros dizem: Eu sentei na cadeira.
O correto seria "Eu ME sentei na cadeira".
Os brasileiros dizem: Onde você quer sentar?
O correto seria: Onde você quer SE sentar?

Em alemão para dizer SENTAR-SE, usa-se o verbo REFLEXIVO (como no português deveria ser). SICH SETZEN.

Ich setze mich - eu ME sento
du setzt dich - você SE senta etc.

Dá pra colocar também um HIN- que o sentido fica o mesmo. (Já expliquei isso em outros tópicos).

Onde você quer SE sentar? - Wo willst du DICH hinsetzen?

Diferente do português, a gente pergunta com WOHIN? pois o ato de sentar-se é um deslocamento.

E agora pode ficar a pergunta: e dá pra usar o verbo SETZEN sem ser reflexivo?
Dá... basta que você não sente a SI MESMO e sim uma outra coisa ou pessoa. Isso é mais raro, mas dá pra dizer sim.

Se você for professor de escola primária e tiver um aluno que não pára quieto andando pela sala, você pode pegá-lo pela mão e fazê-lo sentar em seu lugar.

Der Lehrer hat das Kind auf den Stuhl gesetzt.
(O professor "sentou" a criança na cadeira).

Uma mãe também pode colocar seu bebê no carrinho de bebê em posição sentada.
Die Mutter hat das Baby in den Kinderwagen gesetzt.

Se a mãe colocar o bebê deitado, então o verbo seria LEGEN.... e assim por diante.

Além disso, SETZEN pode ser usado em outros contextos.

Por exemplo: colocar uma vírgula.. ein Komma setzen.

E assim por diante..

Espero que tenha ficado claro

27 de agosto de 2010

Palavras que confundem: ABER x SONDERN

Recebi este e-mail ontem e como é fácil e rápido de responder, estou fazendo esse tópico:

"Olá,

Eu sou Emanueli e estudo alemão sozinha. Vou muito no blog, tiro muitas duvidas lá e queria agradecer e parabenizar pelo exelente site! :D Me ajuda muito.

E estudando entre umas coisas e outras, pintou uma duvida imensa, o que difere e como usa-se Aber e Sondern?!
Não consegui encontrar em lugar algum, você poderia me ajuda?

Acho que seria um bom tópico no seu blog, não? Principalmente para os iniciantes :)

Muito obrigado desde já

Abraço
Emanueli"

Emanueli,

Apesar de ambas as palavras serem traduzidas pela conjunção MAS, o SONDERN (como o nome já diz) é um caso especial.

SONDERN deve ser usado no lugar de ABER quando a frase anterior for NEGATIVA, ou seja, vc quer apenas fazer alguma correção de forma POSITIVA.

Dizendo de maneira mais fácil.. se a frase contiver palavras negativas como (NICHT, KEIN etc.), o MAS será expresso por SONDERN. Sondern traz sempre uma correção POSITIVA àquilo que era negativo. Então, dá até pra traduzi-lo como "MAS SIM". Depois do SONDERN pode vir uma frase completa, mas em geral, vem apenas aquele termo da oração que quer ser "corrigido" pelo SONDERN.

Ich kenne nicht deinen Vater, sondern deine Mutter.
Eu não conheço o seu pai, mas sim, a sua mãe.

Er studiert nicht in São Paulo, sondern in Fortaleza.
Ele não faz faculdade em SP, mas sim, em Fortaleza.

Existe um outro uso de SONDERN quando ele na frase anterior se diz NICHT NUR... Nesse caso se diz SONDERN AUCH e o sentido é outro.

Quando eu digo:

Wir lernen nicht Deutsch, sondern Schwedisch.
Nós não estudamos alemão, mas sim, sueco.

O "alemão" nesse caso é ELIMINADO e eu acabo afirmando que eu estudo só SUECO.

Se eu digo:

Wir lernen nicht nur Deutsch, sondern auch Schwedisch.
Nós estudamos não só alemão como também sueco.

Nessa caso, AMBOS os idiomas são estudados.


############################################################
Nos outros casos se usa ABER.

Ich wohne in Deutschland, aber ich bin Brasilianer.
(Eu moro na Alemanha, mas eu sou brasileiro).

Ich bin kein Deutscher, sondern Brasilianer.
(Eu não sou alemão, mas sim, brasileiro.)


ATENCAO! ATENCAO!

Como eu disse antes, o SONDERN vem "corrigir" de maneira positiva algo que foi dito NEGATIVAMENTE na frase anterior. Caso aquilo que você for dizer na frase seguinte, não seja uma "correção" daquilo que foi dito na frase anterior, deve-se usar ABER, mesmo que a frase seja negativa.

Ich bin kein Deutscher, aber ich kann sehr gut Deutsch.
Eu não sou alemão, mas eu sei muito bem alemão.

Ich bin kein Deutscher, sondern Portugiese.
Eu não sou alemão, mas sim, português.

Espero que tenha ficado claro.

Não esqueçam de nos seguir no TWITTER, no FACEBOOK e no ORKUT. Divulguem o blog!

24 de agosto de 2010

Preposições de LUGAR (1): Acusativo ou Dativo?

Olá amigos,

Tópicos sobre preposição tem que existir aos milhares pois é uma dificuldade GERAL. 10 em cada 10 alunos de qualquer idioma têm dificuldade de usar preposições corretamente. Isso se deve ao fato de que preposições são palavras FUNCIONAIS, em sua maioria das vezes SEM SIGNIFICADO específico, apenas função.

Além disso, temos que diferenciar preposições usadas para indiciar LUGARES e TEMPO ou até mesmo como complementos verbais.

Em(1) agosto eu morei em(2) São Paulo, mas pensava o tempo todo em(3) Curitiba.

Em(1) = indica TEMPO
Em(2) = indica LUGAR
Em(3) = indica o complemento do verbo PENSAR.. Pensar EM alguma coisa/alguém.

O problema em alemão DUPLICA pq além de precisar saber qual preposição usar, cada preposição rege um caso (ACUSATIVO, DATIVO ou mais raramente GENITIVO) ou dois (ACUSATIVO e DATIVO).

Hoje vou falar sobre as Wechselpräpositionen, que são aquelas que regem ACUSATIVO e DATIVO, mas só no sentido de LUGAR!

Ao todo são nove. As mais comuns são IN, AN e AUF.
Mas as outras são: VOR (na frente de) , HINTER (atrás de), NEBEN (ao lado de), ÜBER (acima de), UNTER (abaixo de), ZWISCHEN (entre).


Vocês já leram o tópico sobre como dizer PÔR em alemão? Leia aqui
Vocês já leram o tópico sobre como dizer ESTAR SENTADO em alemão?
Leia aqui

Então... as dicas são parecidas com o que eu já expliquei nos tópicos acima. A diferença do caso será indicada pela pergunta ONDE? (Wo?) ou PARA ONDE (Wohin?).

Mas vamos acabar com um mito criado por professores de alemão nos cursos. A maioria dos professores de alemão diz pros alunos que o aluno tem que olhar pro VERBO. Se o verbo indicar movimento, então a pergunta é WOHIN? e o caso é acusativo. No contrário, a pergunta é WO? e o caso é dativo.

Há dois erros nesta explicação:

1 - o correto não é indicar MOVIMENTO, e sim, DESLOCAMENTO. O objeto ou pessoa em questão tem que se DESLOCAR de um lugar para outro e não simplesmente se mexer em um determinado local. Então pense que você quer indicar o ponto de chegada do deslocamento. É sair de um local A e se deslocar até um local B.

Eu ando até a escola. = A ESCOLA é meu ponto de chegada, é meu ponto B. Eu me desloquei de algum lugar A(que não foi mencionado), mas o ponto final B foi A ESCOLA.
Eu ando pela praia. A PRAIA aqui NAO é meu ponto de chegada. O caminho todo que eu percorri andando foi no mesmo lugar, no caso, A PRAIA. No caso a praia é apenas o local onde eu me movimentei, andei, mas eu não me desloquei até um local B.
O rapaz nadou de uma margem a outra da piscina. - Aqui uma margem é o local A o ponto de chegada B é a outra margem. Houve um deslocamento de uma margem a outra.
O rapaz nadou na piscina. Apesar de o rapaz ter se movimentado dentro da piscina, a piscina aqui é apenas o local onde ele nadou. A piscina não é um ponto de chegada e sim, o local onde o rapaz executou seu movimento.

Dá pra perceber a diferença entre MOVIMENTO e DESLOCAMENTO???

Em alemão dá no mesmo. Se houver deslocamento, o destino final do deslocamento (ou seja, o ponto B) é colocado no ACUSATIVO, caso a preposição seja uma das NOVE que eu citei antes.

Ich stelle das Buch ins Regal. (Eu coloco o livro na estante). O livro saiu de algum lugar A e eu desloquei-o até a estante que é o meu ponto de chegada B.
Das Buch steht im Regal. (O livro está na estante). Não há deslocamento. O livro está lá neste local.

2 - o segundo erro é dizer que você tem que olhar pro VERBO. Nos exemplos acima eu usei os mesmos verbos em ambos os exemplos. ANDAR e NADAR. A diferença foram as preposições. ATÉ, POR, DE.. A, EM.

Em alemão é a mesma coisa.. Não é o verbo que vai indicar o caso e sim, a preposição e aquilo que você queira dizer com ela.

Vou dar um exemplo.

Ich laufe in den Park. (acusativo.. in DEN Park). Se está no acusativo, então o parque é o nosso ponto de chegada. O objetivo do ACUSATIVO é focar no DESLOCAMENTO até o ponto B. Eu tenho que interpretar essa frase assim: EU CORRO PARA O PARQUE.

Ich laufe im Park. (dativo.. IN + DEM = IM Park). Se está no dativo, então o parque é apenas o local onde a ação acontece.  O objetivo do DATIVO é focar no LOCAL onde a ação aconteceu. A tradução da frase seria: EU CORRO NO PARQUE.

O verbo foi o mesmo LAUFEN. Em ambas as frases alguém se mexeu (EU). A diferença está no sentido PARA ONDE? (para o centro?) ou se eu apenas quis dizer onde tudo ocorreu, ONDE? (no centro).

Ou seja, o verbo não é quem define o caso da preposição. É a preposição, em si mesma, que define o caso. Com as 9 preposições aqui citadas, caso seja o acusativo, indicará o ponto final de um deslocamento. Caso seja com dativo, indicará o local onde a ação se passa.

Vejam exemplos sem verbo:

Ab ins Bett! = Já pra cama!

Aqui, mesmo sem verbo nenhum, a preposição IN exigiu o acusativo de "das Bett", ou seja, IN + DAS = INS. Haverá um deslocamento de um lugar (não-mencionado) até a cama. Então vamos acabar com o mito de que é o VERBO quem indica o caso. Não é... é a própria preposição a responsável pelo sentido de deslocamento.

Recebi dois comentários a respeito da foto dos gatinhos que fizeram xixi no tapete.



A pergunta era: AUF DEM TEPPICH (dativo) ou AUF DEN TEPPICH (acusativo)?

Resposta: DEPENDE..

AUF DEM TEPPICH PINKELN quer dizer (neste caso) que alguém fez xixi, sendo que a pessoa estava no tapete. Aqui não se indica qual objeto ficou molhado de xixi. Estavam no tapete e fizeram xixi.

AUF DEN TEPPICH PINKELN quer dizer (neste caso) que alguém fez xixi no tapete, ou seja, o xixi foi em direção ao tapete. Ou seja, o tapete ficou molhado depois.

Confesso que AUF DEN TEPPICH no caso dos gatinhos é o mais adequado no caso, mesmo que ambos estejam corretos gramaticalmente.

Vamos a alguns exemplos:

Sente-se, por favor, ao meu lado.
(Setz dich mal neben MICH, bitte.) (ACUSATIVO - deslocamento.. MEU LADO seria o ponto B)

Der, der neben MIR sitzt, heißt Paulo.
(O que está sentado do meu lado se chama Paulo). (DATIVO - o meu lado é o local onde ele está sentado. Não há deslocamento).


E para terminar:

AN DER TÜR KLOPFEN oder AN DIE TÜR KLOPFEN?

Bater na porta... afinal, com acusativo ou dativo?

Ambas estão corretas. AN DER TÜR quer dizer o local onde a pessoa está, ou seja, à porta. E estando nesse local, ela bateu (não se indica no que a pessoa bateu, mas é bem mais lógico que tenha sido na porta tbm).

AN DIE TÜR indica o local onde a mão da pessoa bate, ou seja, a mão se deslocou de um ponto A (o bolso da calça, por exemplo) e foi até a porta.

Caso tenham gostado da explicação ou tenham dúvidas, basta escrever comentário ou mandar e-mail.

3 de agosto de 2010

Cidade de Deus em alemão

Aqui vai uma cena do filme CIDADE de DEUS dublada em alemão.

No filme alguns nomes são traduzidos.
Cenoura = Karotte
Dadinho = Löckhen
Zé Pequeno = Locke der Boss



Espero que gostem! Para conseguir a tradução, basta assistir o orginal!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...