PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

22 de dezembro de 2015

Retrospectiva 2015 - E o futuro do blog?

Como a maioria de vocês sabe, este site é um blog. E um blog também é um site pessoal, ou seja, não é só um portal de postagens do alemão, já que nele também falo um pouco sobre minha vida na Alemanha, sobre coisas de que eu gosto, sobre viagens que faço etc. É o meu canal para postar sobre o país que adotei como lar, a sua língua e a sua cultura que hoje fazem parte da minha vida.

O ano de 2015 foi um ano bom pra mim. Um acontecimento especial pra mim foi o fato de eu ter obtido a cidadania alemã. Não, eu não casei. Continuo solteiríssimo. (Alô, alô, tem alguém Single aí?). A cidadania alemã não tem pra mim valor meramente burocrático. Ter as duas nacionalidades são a perfeita representação de mim hoje: um brasileiro nato, mas que já mora há tantos anos na Alemanha que já não é mais a mesma pessoa que saiu do Brasil. Se fazer um intercâmbio de um ano já consegue provocar mudanças numa pessoa, imagine morar muitos anos fora do país. (Sobre como obter a nacionalidade alemã sem ter antepassados alemães e sem se casar com cidadã(o) alemã(o) clique aqui (em português) ou aqui (em inglês) - Nota: apesar de a matéria da DW não citar o Brasil, a Alemanha reconhece a dupla nacionalidade de brasileiros, portanto, não é preciso abdicar da nacionalidade brasileira ao se tornar alemão. Na dúvida, consulte o Departamento de Naturalização da sua cidade.

Speicherstadt - Hamburgo
Outra mudança foi a realização de um sonho antigo: morar em Hamburgo. Depois de muitos anos morando em cidades de médio porte, já fazia anos que sonhava em me mudar pra cá. Eu amei os últimos quatro anos em Bremen, mas eu sempre guardei a ideia de morar numa cidade grande. Pois bem, em fevereiro comecei a trabalhar em Hamburgo, mas apenas em setembro consegui me mudar de mala e cuia. Ainda estou me readaptando ao ritmo da cidade grande, com seus metrôs, S-Bahnen e muitos minutos pra ir de um lado a outro da cidade, mas até agora tem valido muito a pena.

O que aconteceu é que não deixei Bremen totalmente para trás. Eu virei um Pendler. Um Pendler é uma pessoa que mora numa cidade e trabalha em outra (ou seja, eu preciso pendeln - trabalhar numa cidade diferente da onde moro). Eu continuo indo com frequência a Bremen pra trabalhar. As duas cidades ficam a apenas 55 minutos de trem (trajeto entre as estações centrais com trem IC ou ICE) uma da outra, o que é mais ou menos o tempo necessário de um bairro a outro de Fortaleza de ônibus. Então minha rotina envolve algumas horinhas semanais em trens, metrôs etc. Vale a pena? Mas é claro. Eu adoro meu trabalho e vou trabalhar feliz em ambas as cidades. Além do mais, a chance de trabalhar nas duas cidades foi o que me deu a segurança financeira pra me mudar pra Hamburgo.
Estação Central de Bremen no Natal

Essa mudança, porém, trouxe uma mudanças para o blog: a falta de tempo. No começo do ano ouvi a pergunta: "E você vai ter tempo pra cuidar do blog?". Respondi "Vou, sim". O fato é que agora eu posto muito quando estou sentado no trem indo de uma cidade pra outra. Continuo tendo milhares de ideias para o blog, mas quando chego em casa percebo que tenho casa pra arrumar, roupa pra lavar, aula pra preparar e ainda quero curtir a vida, sair, viajar, assistir TV, conversar com amigos etc. Hoje dando uma olhadinha no número de postagens do ano, percebi o quanto o nosso amado blog sofreu. Foram pouco mais de 30 mensagens no ano todo em comparação com as mais de 90 dos últimos dois anos. Bateu até um peso na consciência.

E o futuro do blog? Vai acabar? 
Não. Não vai acabar. Mesmo com toda a correria eu continuo postando no blog o quanto posso e assim continuarei. A página do Facebook continua a todo o vapor e ainda tenho um perfil no Instagram (@aprenderalemao). Eles continuam a todo o vapor, pois é o que mais consigo atualizar em trânsito. Vocês sabem que nunca entro de férias. Mesmo viajando eu costumo postar alguma coisa.
Já escrever no blog demanda mais tempo e preparação, já que eu não quero escrever qualquer coisa. Todo o conteúdo que produzo sai da minha cabeça, não é copiado de ninguém.
Estou com muitas ideias agora e estou com muitos planos para 2016.

Resumindo - 2015 foi um bom ano pra mim, mas um ano mais fraco em relação ao blog. Mas dos 30 tópicos deste ano escolhi os meus preferidos para relembrar:
a) Schwein gehabt: porcos, porcalhões e porcarias... - Em janeiro escrevi um texto sobre as diversas palavras em alemão para o animal "porco" e suas diversas conotações.
b) Verliebt in der falsches Mädchen - Em janeiro um brasileiro compôs uma música em alemão e cantou na TV.
c) Plusquamperfekt - Em fevereiro fiz um tópico de gramática sobre o Plusquamperfekt.
d) Durante o ano eu fiz alguns testes de gramática, por exemplo aqui ou aqui.
e) Este ano eu também fiz alguns vídeos para o canal do Youtube, por exemplo aqui ou aqui.
f) Além disso, esse ano fiquei em segundo lugar na competição de blogs graças aos votos de vocês.

Gente, é isso! :-) Desejo a todos vocês frohe Weihnachten und einen guten Rutsch ins Neue Jahr! Espero contar com as suas visitas em 2016. Obrigado pelo apoio e pelas mensagens de agradecimento. 

15 de dezembro de 2015

Mestre Yoda em alemão

Em alemão existem muitos casos onde o verbo vai para o fim da frase. A maioria desses casos eu já expliquei no seguinte link. Mas aqui darei uma breve revisão:

O verbo no fim é o NORMAL no alemão. É tão normal que se você perguntar a um alemão como se diz "jogar futebol" ou "comer carne" ou "ouvir música", mesmo sem estar numa frase o alemão responderá na seguinte ordem "futebol jogar" (Fußball spielen), "carne comer" (Fleisch essen) e "música ouvir" (Musik hören). Ou seja, a ordem NATURAL do alemão é que verbos no infinitivo estejam sempre no fim. Os verbos só saem dessa ordem e vêm para a posição II quando estão conjugados.

FORMAS VERBAIS QUE (QUASE SEMPRE) APARECEM NO FIM DA ORAÇÃO:
1) Infinitivos:
Ich will Fußball spielen. (ao pé da letra: Eu quero futebol jogar)
Hier darf man keine Musik hören. (ao pé da letra: Aqui pode se não música ouvir)
Ich würde gerne Fleisch essen. (ao pé da letra: Eu gostaria carne comer)

2) Particípios:
Ich habe gestern Fußball gespielt.
Wir haben gestern Musik gehört.
Ich hätte gerne Fleisch gegessen.

Verbos conjugados só vão para o fim da oração se elas forem SUBORDINADAS iniciadas por conjunções subordinativas ou RELATIVAS iniciadas por pronomes relativos. Neste caso, os verbos conjugados aparecem depois dos INFINITIVOS e dos PARTICÍPIOS.

Ich weiß, dass ich Fußball spielen will.
Er weiß, dass man hier keine Musik hören darf.
Ich habe gefragt, ob du gerne Fleisch essen würdest.

Muita gente diz assim: "Ah, é como o Mestre Yoda" :-)

É.. mais ou menos isso :-)
Mas muitos se perguntam: E como é que o Mestre Yoda fala em alemão? Se você sempre se perguntou isso, o mistério acabou:

1) Nos casos em que o verbo conjugado deveria estar na posição II, ele também aparece no fim quando o "Meister Yoda" fala, ou seja, fica bem parecido com o português.

Em vez de dizer: "Ich bin glücklich", o Yoda diria "Glücklich ich bin", o que torna a frase esquisita até mesmo em alemão.

2) Nos casos em que o verbo já estaria no fim numa frase em alemão ainda há um segundo recurso.
Nos casos de verbo no fim, a ordem tradicional do alemão é SUJEITO - OBJETO - VERBO.

Exemplo: Ich weiß, dass ich Fußball spielen will.
(ich - sujeito / Fußball - objeto / spielen will - verbos).

O M. Yoda acaba botando a frase na seguinte ordem: OBJETO - SUJEITO - VERBO.
Além disso, Yoda pega os verbos no infinitivo ou os particípios e traz pra frente, geralmente perto do objeto, fazendo a frase ficar toda bagunçada.

Ou seja, a ordem das palavras numa frase do Yoda seria:
1) COMPLEMENTO/OBJETO/PREDICATIVO e/ou INFINITIVO/PARTICÍPIO -
2) SUJEITO -
3) VERBO CONJUGADO

Mas lembrem-se: às vezes esta ordem é quebrada e o Yoda fala "correto", ou às vezes ele não troca tudo. Mas no alemão padrão, a ordem das palavras deve ser sempre mantida tal como se aprendem nos livros. 

Alemão saber falar eu também sei. 
Eu vou marcar os exemplos com as cores acima; observem as cores para entender as funções sintáticas.. Vou dar exemplos de frases autênticas do Yoda, retiradas da internet. Tente colocar as palavras na ordem correta. As respostas estão logo após o vídeo:

1) "„Öffnet euch. Spürt die Macht, die euch umgibt. Eure Sinne nutzen ihr müsst.“
— Yoda zu den Jünglingen (Episode II – Angriff der Klonkrieger, Kapitel 14)" 

2) „Verloren einen Planeten Meister Obi-Wan hat. Wie peinlich. Wie peinlich!“
— Yoda zu den Jünglingen (Episode II – Angriff der Klonkrieger, Kapitel 14)

3) „Der Auserwählte er wirklich sein mag. Aber trotzdem... große Gefahr ich befürchte durch seine Ausbildung.“
— Yoda zu Obi-Wan Kenobi (Episode I – Die dunkle Bedrohung, Kapitel 47 - New Knight, New Apprentice)

4) Ins Exil gehen ich werde müssen. Versagt ich habe".
— Yoda zu Bail Organa nach seinem Kampf gegen Palpatine (Episode III – Die Rache der Sith, Kapitel 42 – Um Haaresbreite)

Todos os exemplos foram retirados deste link aqui


Espero que os fãs dos jedis tenham matado a curiosidade. Mas, por favor, não falem como Mestre Yodas pela Alemanha :-) Qual é das palavras a ordem correta por favor vejam!

Abaixo um vídeo de uma série com o Mestre Yoda: 



Respostas (ordem mais comum em alemão): 
1) Ihr müsst eure Sinnen nutzen. (Vocês precisam usar os seus sentidos)
2) Meister Obi-Wan hat einen Planeten verloren.  (O mestre Obi-Wan perdeu um planeta)
3) Er mag wirklich der Auserwählte sein... ich befürchte (eine) große Gefahr durch seine Ausbildung.  (Ele talvez seja realmente o escolhido. Temo (um) grande perigo através do seu treinamento)
4) Ich werde ins Exil gehen müssen. Ich habe versagt. (Precisarei ir ao exílio. Eu falhei.)

E por fim, o trailer do novo filme em alemão:

11 de dezembro de 2015

Declinação Gênero por Gênero

A declinação no alemão afeta muito pouco os substantivos. Quase sempre afeta apenas as palavras que acompanham os substantivos (artigos, possessivos, demonstrativos etc.). Por exemplo: der Mann, den Mann, dem Mann. Então, na verdade, aprender a declinar as palavras que acompanham os substantivos é o mais importante no processo de aprender declinação. Apesar de os livros trazerem inúmeras tabelas, não é necessário aprender tudo do começo. Você poderá observar abaixo que as terminações das diversas palavras que acompanham os substantivos são as mesmas.

Clique nas fotos para vê-las em tamanho maior.

Masculino
Sobre a N-Deklination você pode ler mais clicando aqui. 

 Feminino
 Neutro
 Plural
 Resumo
(Lembrem-se: estas terminações abaixo se referem apenas às palavras que acompanham os substantivos, ou seja, artigos, possessivos, demonstrativos etc. Para a declinação dos adjetivos, clique aqui)

Se você não sabe como identificar o gênero de um substantivo, clique aqui.
Se você não sabe como diferenciar o acusativo do dativo, clique aqui.
Sobre o genitivo você pode ler aqui ou aqui

2 de dezembro de 2015

O que significa "Mahlzeit"?

Já vi essa cara de dúvida de muitos estudantes intercambistas ao chegarem à Mensa (Restaurante Universitário)... o que diabos é isso que a mulher do caixa fala? Mahlzeit?


A palavra '(die) Mahlzeit' quer dizer 'refeição'.
Ex.: Das Frühstück, das Mittagessen und das Abendessen sind Mahlzeiten. O café-da-manhã, o almoço e o jantar são refeições.

Pra desejar "bom apetite" se diz "Guten Appetit" ou "Lass es dir schmecken".

A expressão "Mahlzeit" ouvida nas cantinas e restaurantes universitários é apenas uma saudação (como "Olá") usada próximo da hora do almoço. É muito ouvida nas universidades e entre colegas de trabalho. Por exemplo: Digamos que você marcou de se encontrar com amigos pra almoçar no Restaurante Universitário. Quando você chegar você pode saudar os seus amigos dizendo "Mahlzeit", mesmo que ninguém tenha se servido ainda. É um tipo de "Olá" na hora do almoço. Às vezes as pessoas a usam como "tchau", especialmente para quem ainda está comendo. Quem trabalha de manhã e chega atrasado também pode ouvir um "Mahlzeit" sarcástico indicando "Chegou tão tarde. Já é quase hora do almoço".

Observem o vídeo abaixo (dica da leitora Dagmara)

O comercial de Natal alemão que está emocionando o mundo


O supermercado Edeka fez um comercial que está fazendo sucesso no mundo todo. Ative as legendas em alemão no símbolo da engrenagem (foto ao lado)! Logo abaixo você tem o vídeo e o texto do vídeo traduzido para o português. Preparem os lenços :-)



- Hallo, Papa, ich bin's (Alô, papai, sou eu)
- Hallo, Opa. (Alô, vovô)
- Ich wollte nur kurz anrufen und dir Bescheid geben: wir werden's Weihnachten dieses Jahr wieder nicht schaffen. Wir versuchen es nächstes Jahr und dann klappt es ganz bestimmt. (Tô te ligando rápido pra te dizer que, mais uma vez, não vai dar pra passar o Natal aí. A gente vai tentar no próximo ano e com certeza vai dar certo). Fröhliche Weihnachten, Papa. Bis bald. (Feliz Natal, papai. Até logo). 
- Fröhliche Weihnachten, Opa. (Feliz Natal, vovô)

(depois do funeral)
- Wie hätte ich euch denn sonst alle zusammenbringen sollen? Mmh? (De que outro jeito vocês queriam que eu tivesse juntado vocês todos? Hein?)
- Papa (Papai...)
- Opa (Vovô)
- Fröhliche Weihnachten! (Feliz Natal!)

Zeit heimzukommen - Hora de voltar pra casa

Pra quem quiser ouvir a música do comercial, clique aqui.
E aí? O que vocês acharam do comercial? :-) 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...