PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

14 de julho de 2014

6 semanas estudando alemão - 6 anos do blog

Nossa, nem acredito que já se passaram 6 anos da criação deste blog. Ainda me lembro quando estava sentado no meu quarto em Fortaleza e fiz a primeira postagem: CLIQUE AQUI!

O resultado depois de 6 anos é:

1) Uma página do Facebook com mais de 50.000 seguidores e uma média de 200.000 visitas por mês.
2) 3° lugar no concurso de páginas do Facebook e 3° lugar na categoria blog, ambos voltados pra idiomas.
3) Um dos sites sobre a língua alemã em língua portuguesa mais lidos.
4) Centenas de mensagens de agradecimento de várias partes do planeta.

O que ainda falta acontecer:
5) A publicação de um livro :-) (bem, eu venho adiando esse projeto, desculpa... )
6) Dinheiro (fazer blog de besteiras dá mais dinheiro do que fazer blog de línguas... acho que vou mudar de ramo). Ali à esquerda do blog tem um botão de doações pra ajudar esse professor que faz esse blog sozinho... :-) Além de ser um grande incentivo, para alguns é uma forma de agradecer pela contribuição gratuita que o site oferece. Mas quem não tiver dinheiro ou achar que é muita cara-de-pau minha pedir para fazer doações para o site, deem uma olhadinha nos comerciais que aparecem no site de vez em quando. Um clique nos banners que aparecem aqui podem ser de grande ajuda também e não lhe custará nenhum centavo.

Esse ano eu lancei um desafio no blog. Estudar 30 minutos de alemão por dia durante 6 semanas. 

Mais de 1.600 pessoas concordaram em participar do evento, além de manter um diário registrando seus estudos e progressos.

Eu recebi alguns diários e resumos dessas 6 semanas. Confesso que fiquei um pouco decepcionado porque achei que fosse receber mais ou menos uns 100 diários (afinal, foram mais de 1.500 pessoas que disseram que iam participar do desafio). Mas recebi 9 diários, pra ser exato. De certa forma foi bom, pois eu não precisei ler 100 diários (e eu ia ler mesmo!), mas fiquei meio triste, pois afinal eram 1.600 pessoas. Eu não sei se os outros participaram direitinho do desafio e apenas não fizeram o diário, mas aqui vai um puxão de orelha: (não se chateiem com a bronca, é que tô meio "alemão" e essas coisas alemão não deixa passar hehehe)
- Com esse desafio percebemos um dos maiores problemas no aprendizado de idiomas: estabelecer prioridades, organizar-se, desligar-se de distrações. O pedido era simples: estudar 30 minutos de alemão por dia. 30 minutos não é muito. Mas muita gente já encontrou dificuldade nesse pouco. Se contarmos o tanto de horas que as pessoas gastam no Facebook, no Twitter, no Whatsapp, assistindo novelas, vendo todos os episódios de um seriado, vemos quanto tempo é desperdiçado em coisas que não vão trazer nenhum benefício futuro. Alguns disseram que a Copa atrapalhou. Mas gente, eram só 30 minutos. Dava pra fazer isso em dois intervalos dos jogos. Mas acho que tomar cerveja depois dos jogos acabou tirando seu tempo de estudar, né? :-)
- Muita gente diz que QUER aprender alemão e eu não duvido disso, mas muitos não querem pagar o preço necessário para aprender um idioma. Ou seja, existe uma alegria inicial para começar um curso, mas assim que percebem que vai ter que se esforçar, estudar, abdicar umas horinhas por semana para se dedicar ao aprendizado daquela língua, toda a alegria inicial parece que se esvai.

Bem, vou parar aqui de puxar a orelha e dar alguns conselhos (digamos que você queira estudar 1 hora de alemão):
Quelle: Wikimedia Pomodoro Technique
Dica 1) Compre um cronômetro de cozinha (como esse da foto ou em qualquer outro formato) para te dar mais produtividade ao longo do dia. Essa técnica de gerenciamento de tempo foi criada por Francisco Cirillo e é chamada de a Técnica Pomodoro.
São cinco passos:
a) Escolher a tarefa a ser executada (no nosso caso "estudar alemão")
b) Ajustar o pomodoro (alarme) para 25 minutos
c) Trabalhar na tarefa até que o alarme toque; registrar com um "x"
d) Fazer uma pausa curta (3 a 5 minutos) - durante essa pausa você terá 5 minutos para ver as redes sociais.
e) A cada quatro "pomodoros" fazer uma pausa mais longa (15-30 minutos)

Eu sei que existem cronômetros nos smartphones, mas dê preferência a um cronômetro real (para evitar distrações com as notificações do celular). Ou deixe o celular longe e no silencioso de forma que você só o ouça quanto acabar o tempo.

Dica 2) Estabeleça um objetivo concreto e escreva o seu objetivo de aprendizado. Tendo um objetivo concreto fica mais fácil selecionar que materiais usar, o que estudar etc. Objetivos podem ser comunicativos ou de aperfeiçoamento gramatical.

Por exemplo: Objetivo: Aprender as diferenças entre as preposições de tempo
Depois de saber o objetivo você seleciona os materiais e as tarefas: ler no blog Quero Aprender Alemão sobre o tema (aqui), procurar e fazer exercícios na internet (aqui) ou na gramática, escrever um texto descrevendo seu dia tentando usar as preposições de tempo etc.

Esse foi, por exemplo, um dos objetivos da leitora Elaine Serrão de SP. Vejam aqui tudo anotadinho no diário:


Em vez de ter um objetivo "Ver um filme com legendas em alemão" (o que também é bom!), planeje atividades do tipo "Escolher uma cena do filme para analisar o diálogo frase por frase" ou "Anotar 10 expressões usadas durante o filme". Tenha objetivos ao estudar. Não estude por estudar, assim você pode medir o seu sucesso depois.

Diário da Sabrina Sena
Dica 3) Anote seus progressos. Parece bobagem, mas depois que você começar a anotar o que estuda, vai ficar surpreso com o tanto que você já estudou e o tanto que você não estudou. Quando você deixar de estudar um dia, logo vai perceber que aquele dia já se tornaram 3 dias sem estudar. Não precisa fazer nada do tipo "Querido diário, hoje eu estudei o Dativo"... mas quando estudar, anote em algum lugar, seja um caderno, um blog pessoal etc.

Aprendizes eficazes assumem as responsabilidades pelo seu aprendizado e conseguem refletir sobre ele.

A Sabrina Sena diz:
"(...)o que realmente surtiu efeito foi o fato de que eu tinha que escrever um diário todas as vezes que eu acabava de estudar o alemão. O diário serviu para que eu tivesse controle sobre o que eu estava estudando e, principalmente, sobre minhas dificuldades.Os meus estudos melhoraram bastante. Jamais avançava algum assunto sem ter a certeza de que meus pontos fracos já tinham sido trabalhados".

Vamos aqui alguns resultados das 6 semanas de estudo de alemão (são apenas trechos):

Lucas Roberto de Lima: " Os objetivos iniciais foram satisfatoriamente obtidos. A compreensão do idioma aumentou de forma que as notícias e áudios apresentaram um grande aumento do entendimento comparado anteriormente."

Nathalia Schwingel: "Meu material de estudo foi o livro Themen Aktuell 3, o qual uso nas minhas aulas semanais de alemão, assim como, sites em alemão, músicas, alguns vídeos, etc.
Estou animada para continuar os estudos. E sim, senti alguma evolução no meu alemão, muito importante. Estou muito feliz e com muitos planos!"

Elaine Serrão: "Adorei a idéia!! Ajudou bastante e vou tentar continuar com a meia horinha diária!"

Carlos Weldo: "Terminados esses estudos creio que melhorei o alemão em relação ao nível que tinha depois do fim do curso. Ainda estudo o A1 e o curso no qual ingressei era inicial (A1.1). Essas semanas de estudos me permitiram fixar de melhor maneira o que já havia estudado antes, aclarar  determinados assuntos que tinha bem compreendido. Além do mais, dei prosseguimento ao livro, estudando capítulos que não havia estudado".

Jonas Vagula: "Olá, parabéns pela iniciativa, no meu caso, ela ajudou muito na retomada regular do estudo do alemão. Durante estas 6 semanas segui à risca o programa, estudando, no mínimo, 30 minutos diários.O fato é que 30 minutos é um tempo muito curto, e, para quem está interessado no assunto estudado, este tempo tende, invariavelmente, a se alongar. Desta forma, eu diria que, minha média de estudo foi de 1 1/2 horas diárias.
O resultado foi positivo, creio que ampliei em 10 ou 20% meu vocabulário (que é muito pequeno) e , finalmente, acho que superei o Dativo e o Acusativo, pois foi a parte gramatical na qual eu me concentrei."

Reynaldo Fabrinny: "Posso dizer com sinceridade que finalmente saí do 0, pelo menos sinto que sai do 0. Tenho ainda muito, mas muito o que aprender... mas consigo me comunicar um pouco agora. Pretendo continuar nesse ritmo porque tenho uma meta de até o final do ano, conseguir manter uma conversação sem ficar o tempo todo: wie bitte? hahaha "

Márcio Brito: "Como esse mês de junho não tive aulas de alemão no curso (faço aulas particulares, agendando-as conforme minha escala de trabalho, pois trabalho embarcado), acabei avançando por minha conta no livro usado na escola e foi uma experiencia bem legal. Apoiado em um bom dicionário (Langenscheidt) e no site DICT.COM, conseguir progredir e acrescentar mais palavras ao meu vocabulario. Voltarei a ter aulas com a professora essa semana e será muito bom repassar essas liçoes já estudadas. Minha meta agora é estudar mais horas na semana, e vi que isso é possível quando se está motivado a estudar".

Para terminar os relatos, recebi um diário completo em alemão do Felipe A. de Oliveira, de Campinas-SP (aqui vai um trecho)
"Ich bin sehr froh, dass ich an dieser Herausforderung teilnahm. Ich bin sicher, dass diese sechs Wochen sehr erfolgreich waren und dass diese Erfahrung hilfreich gewesen ist, um mein Deutschlernen nach vorne zu bringen. Jetzt möchte ich dieses Lernsystem weiterhin anwenden. Ich konnte  in einer kurzen Zeit viel lernen, und ich habe das allein geschafft. Es gibt zahlreiche kostenlose Materialien und Ressourcen im Netz, die das Deutschlernen einfacher und angenehmer machen können. Deutsch ist nicht so schwer, wenn man motiviert ist und Selbstdisziplin hat"

Fiquei bastante orgulhoso do seu relato Felipe, principalmente em saber que o nosso desafio te ajudou a manter o foco. Continue assim! :-) Fiquei feliz também de ter lido todos os outros relatos (e eu li mesmo, gente), por saber que esse trabalho que realizo aqui com a maior dedicação dá motivação para outras pessoas.

Obrigado a todos que têm sempre divulgado o blog. Obrigado a todos o que me dão motivação para continuar a fazê-lo. Obrigado às inúmeras mensagens de agradecimento, de elogios etc. :-) Eu faço o blog com o maior prazer. Agradeço também às críticas, correções etc. pois sou humano e erro bastante.

3 comentários:

  1. Confesso que nao segui 100% a risca o combinado por causa da copa, mas obtive um resultado que me surpreendeu bastante. No comeco eu nao conseguia entender muito bem o que eles diziam quando eu assistia tv em alemao. Com a tv ligada praticamente 24h por dia aqui na casa de estudantes onde eu moro, percebi nos ultimos jogos que eu ja estava entendendo cerca de 80% nao so a narracao dos jogos, mas tambem o noticiario. Fica a dica!

    ResponderExcluir
  2. Oi, vou aproveitar este post pra dizer o quanto eu estou adorando esse site. Eu tenho 16 anos, e resolvi aprender alemão por conta própria, bom, todos os dias eu entro aqui no site pra ver os conteúdos e tá me ajudando muitissimo. Eu ainda não conheço a sua página no Face, mas enfim, eu gostaria de te parabenizar por esse blog, é maravilhoso e de muita ultilidade! Estou adorando :) Auf Wiedersehen! :)

    ResponderExcluir
  3. Eu estudei alemão todos esses dias, pelo menos meia hora, só que não fiz o diário. =X Fosse conversando com um grupo de WhatsApp, lendo o seu blog, vendo vídeos da BBC, ou pegando algum tópico de gramática. Apesar de não ter estabelecido metas (erro meu), ficando assim difícil mensurar o meu progresso, eu consigo notar claramente como meu pensamento está mais ágil, recuperei alguns vocábulos esquecidos no "fundo" do cérebro e, aproveitei toda a copa para ler as notícias em sites alemães e seguir todos os jogadores da DFB. =D Muito obrigada por esse maravilhoso trabalho que foi um dos motivos de eu me animar a voltar a estudar alemão.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...