PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

30 de novembro de 2009

Musik - Ben - Engel

Aqui vai mais uma música.

O cantor se chama Ben e o nome da música é Engel.


"Engel weinen und sie leiden wie jeder andere und haben Feinde."

Fühlst du nicht diesen Schmerz in mir
Oh siehst du nicht? Ich kann nicht mehr- hilf mir
Oh schau mich an, ich bemüh' mich sehr
Was muss noch geschehen, dass du mich erhörst?

Ich danke dir dafür, dass du mich beschützt
Danke dir für all den Segen, den du mir gibst
Ohne dich wär' mein Leben nicht so, wie es ist
Du gibst mir die Kraft zu sein,wie du es bist
Oh ich brauche dich

REFRAIN (2x)
Selbst Engel weinen -Engel leiden
Engel fühl'n sich mal alleine
Sie verzweifeln wie jeder andere
Fallen tief und haben Feinde

Engel weinen - Engel leiden
Engel fühl'n sich mal alleine
Sie verzweifeln wie jeder andere
Fallen tief und haben Feinde

Fühlst du nicht diesen Schmerz in mir?
Siehst du nicht? Ich kann nicht mehr- hilf mir
Oh schau mich an, ich bemüh' mich sehr
Was muss noch geschehen, dass du mich erhörst?

Ich schaue auf zu den Sternenmillionen
Wo viele von uns Engeln wohnen
So viele Tränen, die mich quälen
Wer rettet mich und all die Seelen

Die Zeit vergeht- die Kraft die schwindet
Wo ist das Licht- das uns verbindet
In deinen Augen- möcht' ich lesen,was uns beide trennt

Refrain: Selbst Engel weinen...

Ich öffne dir mein Herz
Denn du befreist mich von Leid und Schmerz
Ich lass dich hinein
Denn du nimmst mir die Sorgen und wäschst sie rein
Nur du kennst meine Geschichte
Ebnest mir den Weg, nach dem ich mich richte
Gibst meinem Leben einen Sinn
Und lässt mich sein, so wie ich's bin

So führe mich aus dieser Dunkelheit
Zeige mir den Weg, der mich befreit
Ich will doch nur ein Zeichen von dir
Befrei mich von all diesen Ketten hier

Die Zeit vergeht- die Kraft die schwindet
Wo ist das Licht- das uns verbindet
In deinen Augen- möcht' ich lesen,was uns beide trennt

REFRAIN

28 de novembro de 2009

Dúvida sobre fonética

Tiago, um usuário do ORKUT, fez a seguinte pergunta num fórum sobre língua alemã:

"Dúvidas sobre fonética
Quais são as regras para aspiração das plosivas surdas (/p/, /t/ e /k/)?
Em inglês, por exemplo, elas são aspiradas no início de palavras ou no início de sílabas tônicas. Mas no alemão, já percebi que Hecke tem aspiração na última sílaba, mesmo não sendo a tônica, ou seja, o povo fala Heckhe.

Essa aspiração é como se de tivesse um som de "h". Os alemães não falam Teil com o mesmo "t" de "tábua", em português, eles falam com o "t" de "table", em inglês. É como se falassem "Thhhháil". É sobre as as dessa aspiração, dessa "colocação do agá" que eu tenho dúvidas.

---------------------------------------------------------------

Outra coisa: eu já ouvi várias vezes o pessoal falando /ʔn/ ao invés de /ən/. Ou seja, falam Schab'n ao invés de Schaben, reis'n ao invés de reisen, töt'n ao invés de töten e assim por diante. Gostaria de saber se isso é alguma alucinação auditiva da minha parte, é um sotaque próprio de alguma região ou é um fenômeno fonético do alemão padrão.

Ao falar Husten, por exemplo, não escuto o "e" bem pronunciado. Pelo contrário, escuto uma pequena pausa na passagem de ar depois do som do "t". É como se falassem Hust'n. Escuto isso em todas as palavras com essa terminação "-en" átona."

Aqui está minha resposta:

Quanto à aspiração:

TODO [p], [t] e [k] É ASPIRADO independente se está na sílaba tônica ou não.

Outra coisa a lembrar é que em alemão as palavras terminam obrigatoriamente com consoantes desvozeadas (ou surdas!). Ou seja, se uma palavra terminar em B, D ou G, será pronunciada com o som de P, T e K respectivamente (SEMPRE ASPIRADO).

TAG [tʰa:kʰ]
OB [ɔpʰ]
BETT [bεtʰ]

Olha.. o único errinho que você cometeu ao representar o sumiço do -E átono foi representá-lo como se fosse uma parada glotal. Na verdade, no alfabeto fonético internacional, esse sumiço é representado por um tracinho embaixo do M ou N, o que significa que o M ou o N faz parte da sílaba anterior.

leben [le:bm̩] (com um tracinho embaixo do m, que por assimilação do B é pronunciado como M]

Angel [aŋl̩] (dá pra ver o tracinho embaixo do L?)

machen [maxn̩]

O sumiço do E átono faz parte da pronúncia padrão. Se você quiser realçá-lo na pronúncia, deve sempre ser pronunciando como um CHUÁ [ə]. Mas na prática costuma-se ligar o M, N, L à sílaba anterior.

Existem regiões onde é feito o contrário. Em Baden-Württemberg, por exemplo, se lê o E, mas não se lê o N. O mesmo fenômeno acontece na língua holandesa.

sagen lá é dito ['sa:gə], enquanto no alemão padrão é dito [za:gn]

27 de novembro de 2009

Musik - Phillipp Poisel

Olá pessoal,

achei, por acaso, um cantor que achei legal e aqui estou postando um vídeo de uma música muito boa.



Aqui vai o texto:


Zu meinem Engel gebetet, für kein andres Mädchen gelacht
Tausend Stunden gewartet, hat alles nichts gebracht
Zwanzig Briefe geschrieben, bis einer gut genug war für dich
Hallo wie gehts dir? Denkst du manchmal an mich? - Manchmal

Wie sieht der Himmel aus, der jetz' über dir steht?
Dort wo die Sonne, im Sommer nicht untergeht
Wo fängt dein Himmel an, und wo hört er auf?
Wenn er weit genug reicht macht dann das Meer
zwischen uns nichts mehr aus?
Du fehlst mir, oh du fehlst mir

Na, Na, Na, Na, Na, Dam, Dam, Dam, Dam, Dam...

Alle Uhren auf Anfang, ich kann nich' mehr sehn.
Seit ich dich getroffen hab, bleibt mein Herz manchmal stehn - Manchmal

Wie sieht der Himmel aus, der jetz' über dir steht?
Dort wo die Sonne, im Sommer nicht untergeht
Wo fängt dein Himmel an, und wo hört er auf?
Wenn er weit genug reicht macht dann das Meer
zwischen uns nichts mehr aus?
Du fehlst mir, oh du fehlst mir...

Na, Na, Na, Na, Na, Dam, Dam, Dam, Dam, Dam...

Wie sieht der Himmel aus, der jetz' über dir steht?
Dort wo die Sonne, im Sommer nicht untergeht.
Wo fängt dein Himmel an, und wo hört er auf?
Wenn er weit genug reicht macht dann das Meer,
zwischen uns nichts mehr aus?
Du fehlst mir, oh du fehlst mir...

10 de novembro de 2009

20 anos queda do muro de Berlim



Desculpe a falta de atualizacoes.

Estava em Berlim para os festejos da queda do muro!

Logo voltarei a postar.

Gruß

5 de novembro de 2009

Habt ihr Fragen? - Vocês têm dúvidas?

Oi pessoal,

queria pedir desculpas a todas as pessoas que me mandam perguntas e que talvez ainda não tenham recebido resposta no blog. Motivo: falta de tempo e a falta de um jeito de encontrar de novo as perguntas. O problema é que as pessoas postam as perguntas nos mais diversos tópicos, eu leio, quero responder, mas me falta o tempo. Quando eu tenho tempo. não sei mais onde as pessoas escreveram as perguntas. Portanto, eu queria pedir um favor a vocês. Postem suas perguntas aqui... vou sempre dar uma olhadinha nesse tópico PERGUNTAS e tentar respondê-las. Ou me mande um e-mail com o assunto PERGUNTA: QUERO APRENDER ALEMAO. assim eu posso dar uma busca nos meus e-mails e achar as perguntas.

Quem fizer perguntas muito gerais, do tipo: EXPLICA AÍ OS VERBOS MODAIS, vai demorar pra receber resposta, pois para isso eu teria que escrever muitos posts. (É verdade, ainda não tem nada sobre os verbos modais, mas eu estou com o assunto na mente e depois eu posto algo).

Mas quem postar uma pergunta mais específica do tipo.. qual a diferença entre WURDE e WÜRDE (essa eu respondi), como se usa o verbo X... qual a preposição que se usa com tal palavra? etc. têm mais chance de receber uma resposta rapidamente.

Então, queridos, não é por mal. Se eu não respondi sua pergunta, foi simplesmente pelo fato de eu não conseguir achá-la de novo no meio dos comentários. Quem quiser postar de novo sua pergunta, fique à vontade. Mas postem aqui!

Abraços!

Der, die oder das? Eis a questão! Parte II

Olá pessoal,

agora vamos à parte que interessa aos alunos. Dá pra reconhecer o gênero pela terminação da palavra? Dá, sim. Em muitos casos. A maioria são palavras abstratas ou derivadas.

Antes de qualquer coisa, tem que saber o que é um SUFIXO (ou terminação). Um prefixo é adicionado antes de uma palavra. Um sufixo é adicionado depois da raiz de uma determinada palavra. Vejamos  um exemplo. Através do verbo PÔR, podemos formar vários outros verbos com prefixos. COMPOR, REPOR, DISPOR, DECOMPOR. Mas, ISOPOR, por exemplo, não é um verbo nem vem do verbo PÔR. Você deve estar rindo agora... mas quando a gente diz que palavras terminadas em -CHEN são neutras, tenha em mente que estamos falando de palavras formadas de uma RAIZ + o sufixo -CHEN, e não simplesmente uma palavra cujas últimas letras são CHEN. Por exemplo, KUCHEN é uma palavra masculina DER KUCHEN, pois esse CHEN de KUCHEN não é um sufixo. Já no caso de MÄNNCHEN (homenzinho) ou HÜNDCHEN (cachorrinho) o -CHEN foi adicionado às palavras MANN e HUND, respectivamente.  Se isso estiver claro, tenha isso em mente quando estiverem lendo a lista de sufixos que eu vou colocar aqui.

Se a palavra se referir a uma pessoa, o gênero gramatical é igual ao sexo. Ou seja, se for homem MASCULINO, se for mulher FEMININO.

Exceções:
das Kind - a criança (como a palavra criança no português, não se define o sexo).
das Mädchen - a garota, a moça, a menina
das Fräulein - a senhorita (palavra que já caiu em desuso, assim como senhorita no Brasil)
das Weib - a mulher (mas geralmente, com sentido pejorativo - No dia-a-dia se usa a palavra "die Frau").
das Mädel - a garota, a moça (igual à Mädchen)

MASCULINOS:
Carros: der Golf, der Smart
Notas de dinheiro: der Fünfer (a nota de cinco), der Hunderter (a nota de cem), der Euro
Pontos cardeais: der Norden, der Süden
Estações do ano: der Sommer, der Winter, der Frühling (aber: das Frühjahr), der Herbst
Tipos de café e chá: der Hochland, der Darjeeling
Os meses e dias da semana: der Sonntag, der Mittwoch, der Januar
A maioria das bebidas alcoólicas (inclusive vinhos): der Wodka, der Riesling, der Stemmler, der Weinbrand, der Wein etc. (aber: das Bier)
Trens: der ICE, der Regionalexpress
A maioria das pedras/rochas: Achat, Stubensandstein, Diamant

Palavras com os seguintes sufixos são MASCULINAS:
-ER: Staubsauger, Computer, Rechner, Fleckenentferner etc.
-ISMUS: Marxismus, Autismus, Nationalismus etc.
-LING: Schmetterling (borboleta), Feigling (covarde), Abkömmling (descendente) etc.


Engraçado, né? Borboleta é MASCULINO, pois termina em -LING!

Palavras que terminam em (aqui me refiro às últimas letras da palavra e não a sufixos):
EN: der Boden, der Garten, der Wagen (mas o "EN" não pode fazer parte do sufixo -CHEN nem dos VERBOS)
IG: Essig (o vinagre), Pfennig (o centavo), König (o rei)
CONSOANTE + S: der Schnaps (a cachaça), der Fuchs (a raposa)

Palavras que derivam de um verbo, mas que não tem terminação também são masculinas. Em português, temos exemplos do tipo FALAR, a fala; CANTAR, o canto; DANCAR, a dança.

kaufen: comprar / der Kauf = a compra. (perceberam que o substantivo formado não tem terminação?).
schließen: fechar / der Schluss = o fim, a conclusão.
gehen: ir, andar / der Gang = ex.: o passo, a maneira de andar

Vamos agora aos substantivos FEMININOS.


Primeiro de tudo... o feminino é o maior grupo que há e o mais fácil de reconhecer.

1. A maioria dos substantivos terminados em -E são femininos. Ou seja, se um substantivo terminar em -E, é quase certo de que seja feminino. (Exceções: substantivos que designam pessoas do sexo masculino, obviamente).
die Blume - a flor (palavras em -E
são quase sempre do gênero feminino)

die Blume (a flor)
die Liebe (o amor)
die Gitarre (o violão)
die Lampe (a lâmpada) etc.

Algumas exceções a essa regra: das Ende (o fim), das Auge (o olho), der Name (o [sobre]nome), der Buchstabe (a letra), der Käse (o queijo)

2. Palavras que terminam com os sufixos -HEIT, -KEIT, -EI, -SCHAFT, -UNG.

Exemplo: die Wahrheit (a verdade), die Wirtschaft (a economia), a Wirklichkeit (a realidade), die Bäckerei (a padaria), die Zeitung (o jornal).

Por isso é que todos os países terminados em -EI são femininos.
das Ei (o ovo) - EI aqui não é sufixo

die Türkei, die Slowakei, die Mongolei etc.

(Lembrando que é "das Ei" (o ovo) pois isso não é sufixo. É "der Sprung" (o pulo) pois aí tbm não é um sufixo, SPRUNG vem de SPRINGEN, ou seja, houve apenas uma mudança na vogal)

3. Palavras que terminam com os sufixos - AGE, -ANZ, - ENZ, -ESSE, -EUSE, -IE, -IK, -ITIS, -TÄT, - UR

Ex.: die Garage, Ambulanz, Lizenz, Delikatesse, Friseuse, Ökologie, Politik, Information, Rachitis, Universität, Kultur

4. Todos os números são femininos: die Eins, die Zwei etc. Ou seja, se vc tirou UM DOIS na prova, em alemão tem que ficar no feminino "EINE ZWEI".

5. Árvores em sua maioria: Akazie, Eibe, Buche etc.
Motos: die BMW, die Honda
Navios: die Bismarck, die Queen Mary
marcas de cigarro: Havanna, Lucky Strike, Marlboro etc.

Agora os neutros:

1. Todos os diminutivos são neutros, ou seja, todos os terminados em -CHEN, -LEIN ou -SEL.

das Mädchen, das Fräulein, das Rätsel etc.

das Besteck - os talheres
(em alemão fica no singular)
2. Substantivos coletivos, menos os com sufixo -EI ou -SCHAFT.. muitos deles começam com o prefixo GE-.

das Besteck - os talheres
das Gemüse - os legumes, as verduras
das Gebirge - as montanhas
das Volk - o povo

3. Vermos ou adjetivos substantivados que não designam pessoas.

das Gute (o bom), das Neue (o novo, a novidade), das Lesen (a leitura).

4. As letras: das A, das B, das C.
Nomes de cafés (o local) ou cinemas: Metropol, Bohème

5. Estes são neutros, mas são usados muitas vezes sem artigo:

as línguas, as notas musicais, os números fracionários, a maioria dos países, os continentes, muitas ilhas, as cores.

6. Terminam nos sufixos -ETT, -IL, -MA, -MENT, -O ou -UM.

das Ballett, das Drama, das Dokument, das Konto, das Zentrum

7. Filhotes de animais (inclusive das Baby, das Kind)

das Küken (o pintinho)
das Lamm (o cordeiro)
das Kalb (o bezerro)

UFA!

Acho que é isso.. Espero que a informação possa ter sido útil!

Abraços!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Se você gostou do que está escrito aqui, poste, por favor, um comentário, pois é um incentivo para que eu continue atualizando o blog.

4 de novembro de 2009

Der, die oder das? Eis a questão!

Olá amigos,

vamos agora abordar um assunto que é de interesse de todo estudante de alemão. Como saber se uma palavra é masculina, feminina ou neutra? Tem regra?

Pra muitas palavras TEM. Mas, infelizmente, não para todas. E a notícia pior é que para palavras que designam objetos concretos (como mesa, cadeira, livro etc.) menos ainda. E são justamente essas palavras que os alunos mais precisam nos primeiros semestres do curso de alemão. A maioria das regras de gênero que existem valem mais para palavras abstratas ou derivadas.

Há muitas maneiras de se aprender os gêneros das palavras. Eu, por exemplo, aprendi os gêneros do jeito mais tradicional. Cada palavra aprendida, eu já aprendia junto com o DER, DIE ou DAS. Nada de decorar MASCULINO, FEMININO ou NEUTRO. Eu memorizava DER, DIE ou DAS, pois são esses os artigos que vão ser usados quando se fala alemão. Isso ajuda o aluno a automatizar um pouco mais a fala. Em vez de aprender que TISCH é mesa, eu memorizava DER TISCH. Assim, no dia em que eu fosse usar a palavra TISCH,o DER já saía automaticamente.

Uma coisa que eu DESACONSELHO COMPLETAMENTE. Nunca comparem com o português. Primeiro pq em português só há dois gêneros. O que fazer então com o neutro? Segundo, porque isso atrasa o seu pensamento em alemão. Você tem que pensar primeiro em português pra depois achar o gênero em alemão. Isso faz uma frase simples demorar séculos pra ser proferida. Nada de ficar comparando com o português.

Mas vou ensinar uma estratégia que pode ser muito válida pra quem tá começando. O nome é BUNTE PUNKTE (Pontos coloridos). Imagine que cada gênero tem uma cor. Digamos, masculino = azul, feminino = vermelho e neutro = verde. Compre cartelas de adesivos com circulos dessas três cores. Pra cada palavra aprendida, cole uma bolinha no objeto (por exemplo, na sua casa).

Exemplo... DER FERNSEHER (o televisor). Cole então uma bolinha azul no televisor da sua casa. DER HUND (o cachorro). Cole uma bolinha azul no seu cachorro! hahaah



DAS REGAL (a estante). Cole uma bolinha verde na estante da sua casa. DIE TÜR (a porta) cole uma bolinha vermelha na porta do seu quarto.Cole uma bolinha vermelha no seu CD (die CD).



No começo, seria interessante tbm colocar a palavra, depois que você aprender a palavra, deixe só a bolinha. Com o tempo imagine que os objetos são mesmo dessas cores. Imagine um gato vermelho, um cachorro azul, um livro verde e uma maçã azul. Tá, eu sei, não existem maçãs azuis, mas IMAGINE uma maçã azul pois APFEL em alemão é MASCULINO... der Apfel!!!



Com o tempo, você nunca mais vai esquecer que no seu mundo as maçãs são azuis, o chão (der Boden) é azul, a parede (die Wand) é vermelha, mas a casa (das Haus) é verde, no entando o rato (die Maus) é vermelho. O dinheiro (das Geld) é verde.



E por aí vai!

Aqui abaixo tem uma figura que explica essa estratégia. Ela foi feita por duas amigas minhas da faculdade e por mim. Se você é professor de alemão, aproveite. Imprima o cartaz em A3 colorido e coloque na sua sala de aula. Aproveite e envie um e-mail pra gente agradecendo: deutsch.alemao@gmail.com



No segundo post, eu vou colocar as regras que existem para saber se uma palavra é DER, DIE ou DAS. Clique aqui.

Abração!


------------------------------------------------------------------------------------

29 de outubro de 2009

Anette Louisan - Das Grosse Erwachen

Aqui vai um clipe muito bonito!



Aqui vai a letra:
Dss große Erwachen

Ich tat sehr viel Stoff in mein Dekoltee,
pflegte meine Haut und mein Renomee.
Ich hab mich benommen, so als hätte ich Stil,
noch ein Schlückchen Sekt, ach bitte nich so viel.
Ich hab mich bemalt, damit du mich siehst
Ich hab mich geaalt, wie ein kleines biest
Ich war die blonde Elfe mit gesenktem blick,
doch das war nur ein Trick,
damit ich dich krieg'.

refrain:
Und jetzt möchte ich, dass du mich liebst
ganz genauso wie ich wirklich bin
und mir all' meine albernen Macken vergibst,
meine Fehler, jetzt verdammt,
nimm' sie hin.

Hab' nich viel gesagt, damit man dich hört.
Hab' nich laut gelacht, nur falls es dich stört.
Du hast viel erzählt, ich tat interessiert,
dabei hab ich kaum was davon kapiert.
Ich hab dich verführt, so als hätt' ich Lust,
dabei ganz bewusst nich zu selbstbewusst.
Ich hab mich verrenkt unter deinem zelt
und hab so getan,
als ob es mir gefällt.

refrain:
Und jetzt möchte ich, dass du mich liebst,
ganz genauso wie ich wirklich bin
und mir all' meine albernen Macken vergibst,
meine Fehler, jetzt verdammt,
nimm' sie hin.

Ich hab mich gefärbt. Ich hab mich gebräunt.
Ich hab doof geguckt, immer schön verträumt.
Als einzige Lasche, zwischen all den schnallen
hab ich mich verstellt,
um dir zu gefallen

refrain:
Und jetzt möchte ich, dass du mich liebst
ganz genauso wie ich wirklich bin
und mir all' meine albernen Macken vergibst
meine Fehler, jetzt verdammt,
nimm' sie hin.

Gostou deste post? Então escreva um oomentário, por favor!

Como dizer PÔR, COLOCAR em alemão?

Olá,

essa é uma pergunta complicada.

Vamos por partes.

Em português temos os verbos PÔR, COLOCAR e BOTAR que significam, na prática, a mesma coisa, quando se referem a objetos concretos. Tanto faz eu dizer EU PUS/COLOQUEI/BOTEI O LIVRO NA ESTANTE. (Galinhas, no entanto, pões ou botam ovos, mas não colocam ovos! Isso, porém, é outra história).

Os alemães são bem específicos quando o assunto é colocar algo em algum lugar, pois eles expressam nos verbos já a posição em que os objetos são postos.

Temos uns cinco verbos básicos que significam PÔR (algo em algum lugar) em alemão.

STELLEN - pôr algo em pé, na posição vertical
LEGEN - pôr algo deitado, na posição horizontal
SETZEN - pôr algo (ou alguém) de forma "sentada".
HÄNGEN - pendurar algo
STECKEN - enfiar, meter algo em algum lugar.

Vale lembrar uma coisa que nunca foi abordada aqui no blog, mas que muitos já devem saber. O ato de pôr algo em algum lugar é um ato de DESLOCAMENTO de um local para outro, portanto, se a preposição for uma daquelas que pede dois casos (ACUS/DAT), o caso usado deve ser sempre o acusativo para o local onde se põe o objeto.

MUITA Atenção!!! Em português se pergunta "Onde você pôs o livro?". Em alemão se pergunta WOHIN? PARA ONDE? pois se trata de um deslocamento (ou seja, de um local PARA outro).
Vamos agora aos exemplos. Tomemos o exemplo do livro.

Ich stelle das Buch ins Regal. (Eu coloco o livro na estante).

Pelo verbo já se sabe que o livro foi posto EM PÉ na estante, e não deitado.

Ich lege das Buch auf den Tisch. (Eu coloco o livro na mesa).

Já na mesa o livro foi posto DEITADO e não em pé.

Ich stecke das Buch in meinen Rucksack. (Eu coloco/enfio o livro na minha mochila).

Na mochila você "enfia" o livro. Não importa a posição.. O que importa é que há uma abertura e se coloca algo dentro dela. Um outro exemplo clássico do verbo STECKEN é a chave na fechadura.

Die Frau hat den Schlüssel ins Schlüsselloch gesteckt, aber die konnte die Tür trotzdem nicht aufmachen. (A mulher pôs a chave na fechadura, mas não conseguir abrir a porta mesmo assim).

Ich hänge das Bild an die Wand. (Eu coloco/penduro o quadro na parede).

O verbo "hängen" tem o sentido de pendurar algo. O grande problema para os falantes de português reside no fato de que a gente também pode substituir o PENDURAR por COLOCAR "na parede". E nesse caso, tem que se usar o verbo HÄNGEN.

O caso do verbo SETZEN é bem peculiar, pois geralmente não se senta uma outra pessoa. As pessoas sentam a si mesmas.. hahahah A mesma lógica se aplica ao alemão. Este verbo é usado quase sempre de forma reflexiva.

Ich setze mich auf den Stuhl. (Eu me sento na cadeira).

Mas digamos que você tenha um filho travesso que não quer se sentar. Aí você segura ele e senta ele na cadeira.

Der Vater setzt das Kind auf den Stuhl, weil er sich nicht benehmen kann. (O pai senta a criança na cadeira, pois esta não consegue se comportar).

Só pra reforçar!!!

ACUSATIVO: auf den Stuhl, auf den Tisch, ins Regal, an die Wand etc.

A pergunta é sempre "WOHIN?"

Então, se você quiser perguntar pra algum amigo: ONDE VOCÊ QUER SE SENTAR? Lembre-se de que em alemão se pergunta com WOHIN, pois há um deslocamento da pessoa até o local para se sentar, ou, de forma bem exagerada, um deslocamento da sua bunda até o assento.

Onde você quer se sentar? - Wohin willst du dich setzen? OU Wo willst du dich hinsetzen?

Adendo 08/07/2013
Vamos agora à pergunta da leitora:



Oi Professor! 
Sou Ceica Raul,e tenho uma pergunta que nao quer calar. Die Pfanne habe ich schon auf den Herd............(stellen,liegen) A duvida é o que temos que levar em conta, o movimento ou a formato da frigideira? obrigada, Ceica Raul

.A pergunta da Ceiça é muito interessante... ela quer dizer "Eu pus a frigideira no fogão", na hora de decidir o que conta mais para a escolha do verbo? O formato da frigideira? Uma frigideira fica no fogão geralmente em posição horizontal, correto?

É por isso que sempre traduzo além de "vertical" e "horizontal" também como "em pé" ou "deitado". Quando se põe a frigideira no fogão, a sua posição normal é com o fundo tocando o fogão. Ou seja, esta é a sua posição em pé, vertical. Se a frigideira estivesse sobre o fogão, mas com o fundo virado pro teto da cozinha, diríamos que ela está de cabeça pra baixo. O verbo aqui a ser usado é STELLEN.

Ich habe die Pfanne auf den Herd gestellt. (ou seja, eu pus a frigideira em posição normal, vertical, em pé)

O mesmo vale para quando se põe um carro na garagem. Apesar de o carro ser mais horizontal do que vertical, a sua posição normal, em pé é com os quatro pneus tocando o chão.

Ich habe das Auto in die Garage gestellt. (nesse caso também dá pra dizer "gefahren", mas não se entende como "pôr" e sim "dirigir", "levar (dirigindo)" o carro até a garagem).

Às vezes, essas lógicas não funcionam. Por alguma razão, a maioria usa o verbo "legen" quando se refere ao teclado do computador. "Ich habe die Tastatur auf den Schreibtisch gelegt", de forma que não dá pra afirmar que funcione 100% com todos os objetos. O ideal é memorizar aqueles objetos que fogem a essa lógica. Pensem em outros objetos que são mais horizontais que verticais e façam o teste com seus amigos alemães. Perguntem se eles "legen" ou "stellen" aquele objeto sobre alguma superfície e como em qual posição o objeto estaria caso você usasse o outro verbo. :-)

Uma outra observação na pergunta da Ceiça. Ela me dá como opção os verbos "stellen" e "liegen", não "legen". O verbo "liegen" não é um verbo de deslocamento, é um verbo estático, bem fácil de confundir. Os verbos estáticos eu explico neste link aqui. Neste caso Ceiça, é obrigatório o uso de um verbo de deslocamento, pois o lugar mencionado está no acusativo "auf DEN Herd".

Abraços

Schöne Grüße

21 de outubro de 2009

Alemão tem gerúndio? - Parte III

Oi, vamos ao terceiro caso de gerúndio!

Em português dizemos:

- Como você aprendeu alemão?
- Eu aprendi alemão ouvindo músicas e conversando com alemães pelo Skype.

Como é que se traduz esse GERÚNDIO para o alemão? Primeiro tem que se pensar no sentido dessa frase e procurar o equivalente em alemão. Se prestarmos atenção à pergunta, veremos que a pergunta se inicia com "COMO" (Wie?). Ou seja, as orações com os verbos no gerúndio descrevem DE QUE JEITO (Art und Weise), DE QUE FORMA uma ação foi realizada.

Em alemão, para se responder à perguntas com WIE, temos duas conjunções: INDEM ou DADURCH, DASS. "Indem" é escrito junto e não se pode confundir com IN DEM separado. "Dadurch, dass" é uma conjunção só apesar da vírgula. Vou traduzir agora o diálogo do início do tópico:

- Wie hast du Deutsch gelernt?
- Ich habe Deutsch gelernt, indem ich Lieder gehört habe und indem ich mit Deutschen über Skype geredet habe.

Dadurch, dass ich mit Deutschen über Skype geredet habe, habe ich Deutsch gelernt.

Wie kann man Benzin sparen? (Como se pode economizar gasolina).
Man kann Benzin sparen, indem man kleinere, sparsamere Autos fährt.
(Pode-se economizar gasolina, andando em carros menores e mais econômicos.

Dadurch, dass man öfter mal zu Fuß geht, kann man Benzin sparen.
(Indo com mais frequência a pé, pode-se economizar gasolina)

Prestem atenção nas diferenças:

1 - O verbo em alemão fica conjugado no fim da oração.(vermelho)
2 - Em português, o sujeito não se repete. Em alemão, o sujeito precisa aparecer nas duas frases, pois o verbo que vai pro fim também precisa de um sujeito. (azul)

Abraços!

Obs.:Se vocês tiverem mais casos de gerúndio que parecem complicados de traduzir pro alemão, mandem pra mim :-)

Alemão tem gerúndio? - Parte II

Oi,

vamos agora falar sobre um gerúndio suspeito do alemão, o Partizip I.

O Partizip I é formado da seguinte maneira: VERBO no INFINITIVO + -d

spielen - spielend
kochen - kochend
lachen - lachend

O primeiro equívoco do aluno de língua portuguesa é dizer que isso equivale em 100% ao nosso gerúndio, pois ele corre o risco de querer dizer. EU ESTOU ESCREVENDO - ICH BIN SCHREIBEND.. e isso não existe. Em alemão se diz: ICH SCHREIBE para EU ESCREVO e EU ESTOU ESCREVENDO. É só ler a parte I :-)

Essa terminação -END equivale no português à terminação -NTE e não ao gerúndio -NDO.
O grande problema é que em português, essa terminação -NTE não se junta a todos os verbos, ela é muito irregular, apenas poucos verbos conseguem formar substantivos ou adjetivos terminados em -NTE.

Vejamos:

correr - corrente: O ano corrente (é o ano atual, que está acontecendo agora)
pedir - pedinte: É alguém que pede nas ruas.
sorrir - sorridente: É alguém que sorri
ferver - fervente: A água quando ferve é água fervente.
pagar - pagante: Quem paga, é pagante.

O problema é que não dá pra fazer com todos os verbos.
chegar - chegante?
morar - morante?
atirar - atirante?

etc. Mas a ideia é essa: O Partizip I dá a ideia de alguém/algo QUE faz/está fazendo determinada ação. PAGANTE = aquele que paga ou que está pagando. SORRIDENTE: aquele que sorri ou que está sorrindo.

Em alemão, dá pra se fazer essas construções com quase todos os verbos e é usando mais na função de adjetivo.

Exemplos:

Der Zug, der gerade ankommt. (O trem que está chegando agora)

Qual é o verbo? ANKOMMEN. Basta acrescentar um -D e temos ANKOMMEND.

Der ankommende Zug = (O trem "chegante"?... Nãão. Em português, a gente tem que traduzir como O TREM QUE ESTÁ CHEGANDO, pois não há equivalente).

Ein Kind, das tief schläft, sollte man nicht wecken.
(Uma criança que dorme profundamente não se deve acordar).

Qual é o verbo? SCHLAFEN. Basta acrescentar um -D e temos SCHLAFEND.
Ein tief schlafendes Kind sollte man nicht wecken.(A palavra DORMENTE existe, mas ninguém diz "uma criança profundamente dormente".. o jeito é traduzir como na primeira frase).

Às vezes dá certo:

Ein lächelndes Kind = uma criança sorridente. :-)

É isso! Resumo da ópera: Partizip I é usado de forma muito particular no alemão e não equivale de forma alguma ao nosso gerúndio dos tempos verbais com o verbo ESTAR. :-)

Abraços

P.S. Sugiro a leitura de todos os outros tópicos sobre gerúndio no blog.

21 de setembro de 2009

Os alemães falam rápido demais?!

Seus problemas acabaram!!!!!!!

Há um site de podcasts em que uma alemã nativa lê textos em alemão numa velocidade mais lenta. Assim você pode acompanhar os textos enquanto ela lê. O site tem um lay-out muito bom.

www.slowgerman.de

Divirtam-se!

5 de setembro de 2009

Alemão tem gerúndio? - Parte I

Oi,

esta é uma pergunta que todos se fazem ao começar a estudar alemão. Afinal, alemão tem gerúndio?

Como resposta para quase todos os casos: NAO!

Quando se pensa em gerúndio, em geral, se pensa nos tempos compostos com o verbo "estar" + Gerúndio..

Ela está cantando. Eu estou comendo. Ele está lendo. etc.

Eu nem vou entrar no mérito dos atendentes de telemarketing. A questão é que o gerúndio em português (sobretudo, brasileiro) tem muitos usos. E qualquer pessoa que diga que existe um equivalente em alemão pra todos os nossos usos de gerúndio se equivoca. Em alemão existem muitas vezes UMFORMULIERUNGEN, UMSCHREIBUNGEN (dá pra parafrasear, usar outras palavras para expressar o mesmo).

Na minha opinião, os alunos deveriam todos ficar felizes de não haver gerúndio em alemão. É uma forma verbal a menos que não se precisa aprender. Mas eu ouço os alunos sempre reclamando.. eu quero um gerúndio. Quem entende esses alunos? Eles querem mais formas verbais do que as que já existem.

Eu vou começar pelo básico e tentar abordar o maior número de casos possíveis do gerúndio e suas traduções para o alemão.

Em português há uma grande diferença em dizer EU LEIO e EU ESTOU LENDO. Os alemães não sentem necessidade de fazer essa diferença. Comparem:

EU LEIO / EU ESTOU LENDO (Português)
YO LEO / YO ESTOY LEYENDO (Espanhol)
I READ / I'M READING (Inglês)
ICH LESE (alemão - significa ambas as formas)

Os alemães, no entando, acrescentam advérbios de tempo como JETZT, GERADE, NUN para intensificar o sentido de uma ação que ocorre no momento.

WAS MACHST DU JETZT? (O que vc está fazendo agora?)
ICH LESE GERADE. (Estou lendo agora)
ICH SEHE JETZT FERN. (Estou assistindo TV [agora])


É verdade que na região do Rio Reno (Rhein) na Alemanha, há uma tendência crescente de se usar uma perífrase: SEIN + AM + INFINITIV

Ich bin am Kochen. (Estou cozinhando)
Sie ist gerade am Telefonieren. (Ela está ao telefone).

O uso destas formas lá já está tão inserido no cotidiano que se podem até mesmo ouvir frases do tipo. ICH BIN DIE KOFFER AM PACKEN. (Estou arrumando as malas).

Mas lembrem-se.. A perífrase ICH BIN AM + VERB ainda é muito restrita a determinadas regiões (mas com forte tendência na Alemanha toda) e ainda é considerada UMGANGSSPRACHE em quase todos os casos. Eu insisto ainda no uso do verbo simples.. Dá no mesmo. Não faz diferença nenhuma em se dizer ICH DUSCHE ou ICH TELEFONIERE.

- Paulo, Telefon. Anna will mit dir reden.
- Ich kann jetzt nicht. Ich dusche (gerade). Ich rufe sie gleich zurück.

( - Paulo, telefone. Anna quer falar com vc. / - Não posso agora. Estou tomando banho. Daqui a pouco eu retorno a ligação.)

Uma outra maneira de se dizer ESTAR + GERÚNDIO é com a perífrase

DABEI SEIN + INFINITIV mit ZU

Ich war gerade dabei, das Geschirr zu spülen. (Eu estava agorinha lavando os pratos)

Lembram da música GEWINNEN, de Clueso postada aqui no blog? Quem não viu pode clicar aqui. Ele usa essa mesma construção...

Wir sind dabei uns zu verlieren. (Nós estamos nos perdendo).

Então, antes de começarem a frase "Eu estou comendo" com "Ich bin..." repitam o mantra "Não precisa de gerúndio em alemão. Não precisa de gerúndio em alemão. Amém" e diga apenas "Eu como" - "Ich esse" :-) Se sentir extrema necessidade de dizer que é agora, acrescente um advérbio de tempo "Ich esse jetzt / gerade".

Em outros posts, vou estar falando (ooops.. telemarketing!) sobre outras formas de expressar nosso gerúndio. Sugiro que vocês leiam todos os tópicos sobre gerúndio, foi um tema bastante abordado aqui. Leiam as outras três partes abaixo:
Clique aqui para ler a parte II.
Clique aqui para ler a parte III.
Clique aqui para ler a parte IV.

3 de agosto de 2009

WURDE x WÜRDE

Olá,

uma leitora do blog me perguntou a diferença entre WURDE e WÜRDE.

Ambos vêm do verbo WERDEN.. WURDE é Präteritum de werden.. ou seja.. o passado!

Na voz passiva, ele é usado com o PARTIZIP PERFEKT..

Das Haus wurde gekauft. (A casa foi comprada)
Das Buch wurde gelesen. (O livro foi lido)


Já o WÜRDE é o Konjunktiv II de werden... ele equivale na maioria dos casos ao condicional (ou futuro do pretérito)... Mas isso depende muito do contexto!

A diferença é que ele é usado em geral com um verbo no INFINITIVO!

Ich würde das Haus kaufen. (Eu compraria a casa)
Ich würde das Buch lesen. (Eu leria o livro).


Quanto à pronúncia..

O "U" de WURDE tem o mesmo som do U de "Fluss" ou de "muss". É um U breve.

O "U" de WÜRDE tem que fazer o tal biquinho.. mas não é o mesmo biquinho de Tür ou de fühlen.. (esse é mais fechadinho!).. é mesmo biquinho BREVE de MÜSSEN ou de FÜNF.

Para dicas de pronúncia clique aqui.
Para saber um pouco mais sobre o Konjunktiv II, clique aqui.
Para saber um pouco sobre a Voz Passiva em alemão, clique aqui.

Abraços


1 de agosto de 2009

Caso Genitivo

Caso Genitivo


Vamos ao último caso da língua alemã.


Nos cursos ele é pouco abordado, pois é o caso menos usado e mais restrito a situações formais, em geral, escritas. Não podemos dizer que ninguém usa o caso genitivo na fala.. .isso é mentira. Mas a tendência é que ele vá caindo em desuso nas situações informais. Na faculdade, por exemplo, ele ainda é usado na linguagem oral. Então, para aqueles que acham que o Genitivo não é importante.. cuidado.. ele ainda é USADO!


Vamos às formas:


No caso genitivo, as formas fazem pares.. ou seja.. MASCULINO sempre igual ao NEUTRO.. FEMININO fica sempre igual ao PLURAL.. que bom! Então só é necessário aprender duas formas.


Os determinantes do feminino e plural são iguais ao feminino dativo singular, ou seja, terminado em –ER.. der, einer, meiner, deiner etc.

die Frau (Nom. e Akk. Singular) è der Frau (Dat e Gen. Singular)

die Frauen (Nom. e Akk Plural) è den Frauen (Dat. Plural) è der Frauen (Gen. Plural)

LEMBREM-SE! O substantivo, em si, não muda nada!


Os determinantes do masculino e neutro são terminados em –ES... ou seja, des, meines, eines, deines etc. A diferença que há também mudanças nos substantivos MASCULINO e NEUTRO singular.. O –(E)S também é acrescentado ao próprio substantivo.


As regras de acréscimo do –(E)S são assim:


1 – Se o substantivo tiver duas ou mais sílabas acrescenta-se, em geral, só –S:

des Lehrers, des Fensters, des Wörterbuchs

2 – Se o substantivo tiver só uma sílaba, acrescenta-se, em geral, o –ES:

des Buches, des Mannes

3 – Todos os substantivos que terminarem em sons sibilantes (ou seja, os que CHIAM) (em –s, -ss, -ß, -x, -z, -tz) têm que receber –ES no genitivo.

das Glas – des Glases, der Fluss – des Flusses, das Gesetz – des Gesetzes


SIGNIFICADO:

O caso genitivo é traduzido em português, em geral, com o auxílio da preposição DE...

des Mannes = do homem

des Fensters = da janela

der Frauen = das mulheres


Isto pode um significado possessivo ou pode ser apenas um adjunto adnominal ou um complemento nominal.

Ich habe das neue Buch des jungen Schriftstellers gelesen. (Eu livro o novo livro do jovem escritor)

Die Schwierigkeiten der deutschen Grammatik machen mich verrückt. (As dificuldades da gramática alemã me deixam louco).


É muito comum que OBJETOS DIRETOS no acusativo sejam transformados em COMPLEMENTOS NO GENITIVO quando o verbo for substantivado.

Ex.: Ich wiederhole die Frage. (Eu repito a pergunta) – Die Wiederholung der Frage (A repetição da pergunta)

Er vertritt die Regierung. (Ele representa o governo) – Er ist der Vertreter der Regierung. (Ele é o representante do governo).


O genitivo também é usado com alguns poucos verbos, dentre eles o mais comum:

bedürfen (necessitar) – Der Krankenbesuch bedurfte der Genehmigung des Chefarztes. (A visita aos doentes necessitou da autorização do médico chefe)


O genitivo também é usado com algumas preposições.. as mais comuns são WEGEN (por causa de), TROTZ (apesar de), STATT (em vez de) e WÄHREND (durante).

Wegen des Regens bin ich zu Hause geblieben. (Por causa da chuva eu fiquei em casa.)

Trotz des Regens gehe ich zur Arbeit. (Apesar da chuva eu vou ao trabalho).

Während der Sitzung habe ich nichts gesagt. (Durante a reunião eu não disse nada.)

Statt des Autos habe ich ein Fahrrad gekauft. (Em vez do carro comprei uma bicicleta)


Há várias outras preposições que precisam do genitivo, mas elas são próprias da linguagem escrita.. Se vocês prestarem bem atenção, a maioria delas pode ser traduzida para o português com o “DE”. Então fica fácil de lembrar da maioria... Vou dar uns exemplos:

INNERHALB (dentro de)

Innerhalb seiner vier Wände kann man sich am besten erholen. (Dentro de suas quatro paredes se pode descansar melhor)

MITHILFE/ MIT HILFE (com auxílio de), MANGELS (por falta de), SEITENS (por parte de), KRAFT (em virtude de), INFOLGE (em conseqüência de), JENSEITS (do outro lado de) etc.


No dia-a-dia é comum substituir o genitivo pelo dativo ou por VON + DATIVO.


Abraço a todos!


CLIQUE AQUI:

N-DEKLINATION

27 de julho de 2009

Baader-Meinhof Komplex

Hallo,

Vai estrear nos cinemas brasileiros um filme alemão chamado, em português, O Grupo Baader-Meinhof... pra quem se interessar num filme sobre história recente do terrorismo na Alemanha, é uma boa pedida. Fica a dica...



E como vocês sabem, esse grupo terrorista inspirou o Renato Russo numa música intitulada "Baader-Meinhof Blues".

A violência é tão fascinante
E nossas vidas são tão normais
E você passa de noite e sempre vê
Apartamentos acesos
Tudo parece ser tão real
Mas você viu esse filme também.

Andando nas ruas
Pensei que podia ouvir
Alguém me chamando
Dizendo meu nome.

Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodé.

Essa justiça desafinada
É tão humana e tão errada
Nós assistimos televisão também
Qual é a diferença?

Não estatize meus sentimentos
Pra seu governo,
O meu estado é independente.

Já estou cheio de me sentir vazio
Meu corpo é quente e estou sentindo frio
Todo mundo sabe e ninguém quer mais saber
Afinal, amar o próximo é tão demodé.

Abraços

21 de julho de 2009

Estar com ...

Olá, só pra não deixar de dar nenhuma dica.. aí vai uma rapidinho!

Em Português, há muitas expressões com "ESTAR COM"
... ex.: estar com fome, estar com sede, com febre, com medo, com pressa, com sono etc.

Mas não podemos traduzi-las ao pé da letra. A maioria delas é traduzida com o verbo HABEN, ou seja, os alemães dizem que TÊM FOME, SEDE, FEBRE, MEDO (e todo tipo de doença) etc.

Ich habe Hunger.(Estou com fome)
Ich habe Durst. (Estou com sede)
Ich habe Angst. (Estou com medo)
Ich habe Fieber. (Estou com febre)
Ich habe Kopfschmerzen. (Estou com dor de cabeça)


Outras expressões se traduzem de outras maneiras

Estou com sono = Ich bin schläfrig. Ich will schlafen. Ich bin müde.
Estou com pressa = Ich habe es eilig. Ich bin in Eile.
Estou com nojo (disso) = Ich finde (das) eklig.

Se vocês se lembrarem de mais alguma expressão com ESTAR COM, eu ponho aqui.

Vídeo para iniciantes

Para todos aqueles que já começaram a estudar alemão, mas ainda estão no início (p.ex.: no primeiro semestre) aí vai um vídeo com diálogo e vocabulários fáceis.

Espero que gostem!



Bis dann!

Música - Clueso, Gewinner

Hallo amigos,

Resolvi postar uma música que tem tocado bastante aqui na Alemanha de um cantor que eu gosto muito. Ela é muito boa até mesmo pra iniciantes pois tem todos os casos e conjugações de verbos em várias pessoas. Pra quem é aluno adiantado, apreciem o clipe e o jogo de palavras desta canção fabulosa de CLUESO!

Eu, particularmente, adoro as músicas dele.

E pra quem não conhece a expressão DABEI SEIN, + INFINITIVO com ZU, é simples.. ela equivale ao nosso gerúndio. (Para ler mais sobre o gerúndio em alemão, clique aqui)

A frase WIR SIND DABEI, UNS ZU VERLIEREN quer dizer NÓS ESTAMOS NOS PERDENDO.

O nome da música é GEWINNER.. (VENCEDOR)


Gewinner

An allem was man sagt, an allem was man sagt ist auch was dran.
Egal wer kommt, egal wer geht. Egal, es kommt nicht darauf an.
Ich glaube nichts, ich glaub an dich. Glaubst du an mich? Ich glaub, ich auch.
Ich frage mich, ich frage dich. Doch frag ich nich: "Fragst du dich auch?"

Ich bin dabei, du bist dabei, wir sind dabei uns zu verlieren.
Ich bin dabei, bist du dabei, sind wir dabei uns zu verlieren?
Ich bin dabei, du bist dabei, wir sind dabei uns zu verlieren.
Ich bin dabei, bist du dabei, bin ich dabei uns zu verlieren?

Leichter als leicht. Geht es vielleicht leichter als das, was vielleicht war?
Leichter als leicht. Es ist nicht weit von hier zu dem, was noch nicht war.
Suchst du mich, dann such ich dich. Ist die Versuchung groß genug?
Ich lass es zu, komm lass es zu! Komm lass es uns noch einmal tun!!
Ich geb nicht auf. Gehst du mit mir, gehst du mit mir mit auf uns zu?
Fällt dir nix ein? Komm leg nicht auf! Komm reg dich auf und komm zur Ruh.

Ich bin dabei, du bist dabei, wir sind dabei uns zu verlieren.
Ich bin dabei, bist du dabei, sind wir dabei uns zu verlieren?
Ich bin dabei, du bist dabei, wir sind dabei uns zu verlieren.
Ich bin dabei, bist du dabei, bin ich dabei uns zu verlieren?

Ich bin dabei, du bist dabei, wir sind dabei uns zu verlieren.
Ich bin dabei, bist du dabei, sind wir dabei uns zu verlieren?

Ich bin dabei! Du bist dabei! Wir sind dabei!
Ich bin dabei! Bist du dabei? Sind wir dabei?

17 de junho de 2009

Não querendo ser chato, mas....

...já sendo! Infelizmente eu vou apagar e ignorar todas as mensagens que eu recebo anonimamente. Reconheço que a maioria delas são de pessoas com dúvidas. Mas eu gosto de responder as dúvidas diretamente para a pessoa e não só nos comentários. Sendo assim, quaisquer perguntas enviadas através dos comentários sem um endereço de e-mail para resposta serão apagadas.

Se por acaso a pergunta necessitar de uma resposta muito grande, tenha paciência, a resposta pode demorar.

Abraços a todos..

Os próximos posts virão!

20 de maio de 2009

O caso dativo


Depois de explicado o NOMINATIVO e ACUSATIVO, chegou a vez do DATIVO.

VAMOS PRIMEIRO ÀS FORMAS!

Todos os artigos são alterados no dativo.

SINGULAR:
Masculino e neutro são sempre iguais, sempre terminando em -EM. Artigo definido: dem, einem, keinem, meinem, deinem etc.
Feminino singular, sempre terminando em –ER: der, einer, keiner, meiner, deiner etc.

PLURAL:
Como sempre, o plural só tem uma forma para todos os gêneros e esta termina em –EN. Ou seja: den, keinen, meinen, deinen etc.

Mas acontece um pequeno problema. O substantivo também recebe a terminação –N. Eu costumo chamar o caso do –N, pois tudo termina em –N. Vamos recapitular os plurais. Há diversas formas de se formar o plural. Pois é.. no dativo plural não esqueça de acrescentar mais um –N ao plural que você já aprendeu.

Ex.:
NOMINATIVO
a mesa = der Tisch
as mesas = die Tische

ACUSATIVO
a mesa = den Tisch (só o masculino se altera, lembram?)
as mesas = die Tische (feminino e neutro singular e plural de todos os gêneros ficam iguais ao nominativo).

DATIVO
à mesa = dem Tisch (masculino e neutro singular termina em –EM)
às mesas = den Tischen (plural de todos os gêneros terminam em –N, inclusive o próprio substantivo tem que terminar em –N).

É claro que se o plural já terminar em –N, não precisa acrescentar nada. Vou dar um exemplo para cada forma de plural.

NOM. SINGULAR
NOM. PLURAL
DATIVO PLURAL
der Mann
die Männer
den Männern
der Tisch
die Tische
den Tischen
das Bild
die Bilder
den Bildern
die Hand
die Hände
den Händen
die Frau
die Frauen
den Frauen
die Blume
die Blumen
den Blumen
der Lehrer
die Lehrer
den Lehrern
der Apfel
die Äpfel
den Äpfeln
das Auto
die Autos
den Autos

Como deu pra perceber na tabela, os que fazem plural em –S não recebem o –N do dativo plural, pois a palavra fica meio impronunciável.

Os pronomes pessoais nos três casos:

Nom
Akk
Dat
ich
mich
mir
du
dich
dir
er
ihn
ihm
sie
sie
ihr
es
es
ihm
wir
uns
uns
ihr
euch
euch
sie
sie
ihnen
Sie
Sie
Ihnen

Se vocês prestarem atenção à tabela, verão que a lógica é a mesma... o masculino é igual ao neutro, terminando em –M (ihm), o feminino termina em –R (ihr), o plural termina em –N (ihnen). Já no acusativo o único que muda é o masculino (ihn). O feminino e neutro singular (sie, es) e o plural do acusativo (sie) são iguais ao nominativo. Ou seja, a “lógica” que é usada para as outras palavras é a mesma.

VAMOS AGORA AO USO:
O dativo equivale, em geral (leia-se EM GERAL), ao nosso OBJETO INDIRETO... Em verbos bitransitivos isso funciona quase sempre. Ou seja.. algo PARA ALGUÉM. Esse “para alguém” fica no caso dativo. Por exemplo:

Eu dei o livro para minha mãe.
Ich habe meiner Mutter das Buch gegeben.
Dei o quê? O LIVRO. “o livro” fica no ACUSATIVO, pois é o objeto direto do verbo.
Para quem? PARA MINHA MÃE. “para minha mãe” fica no DATIVO, SEM PREPOSIÇÃO, pois o caso já exprime a idéia da preposição.

Mais exemplos:
Er hat seinem Vater ein Auto gekauft. (Ele comprou um carro para seu pai). (Um carro pra quem?)
Ich schreibe meinen Kindern einen Brief. (Eu estou escrevendo uma carta para meus filhos). (uma carta para quem?)

Quando houver dois complementos, um no acusativo e outro no dativo, em geral, o dativo vem primeiro.

VAMOS ÀS EXCEÇÕES!

Lembrem-se de que há exceções. O verbo FRAGEN (perguntar), por exemplo.
Ele perguntou algo ao professor.
Er hat den Lehrer etwas gefragt.
Perguntou o quê? ALGO. “Algo” fica no ACUSATIVO.
A quem? AO PROFESSOR. Teoricamente AO PROFESSOR ficaria no dativo. Mas eu já mencionei no post sobre acusativo que FRAGEN exige ACUSATIVO.. então AO PROFESSOR fica no acusativo tbm (no caso, DEN LEHRER).

É muito problemático dizer que o DATIVO sempre equivale ao nosso objeto indireto, pois há muitos casos em que isso não é verdade. O verbo HELFEN (ajudar) é outra exceção clássica. Em Português: EU AJUDO A MULHER. (objeto direto: A MULHER).. Teoricamente deveria ficar no acusativo, mas em alemão HELFEN exige DATIVO. “A mulher” fica no DATIVO.
Ou seja: Ich helfe DER Frau. (Eu ajudo a mulher).

MAIS USOS!

Algumas preposições pedem SEMPRE o uso do DATIVO.
As principais são: AB, VON, AUS, ZU, AUSSER (escrito außer), MIT, BEI, SEIT, GEGENÜBER, NACH.

Ex.: Ich arbeite mit drei Männern und mit nur einer Frau.
(Eu trabalho com três homens e apenas uma mulher).
Seit letztem Jahr wohne ich bei meinem Bruder.
(Desde o ano passado estou morando na casa do meu irmão).
Ich komme aus den Niederlanden. (Eu venho dos Países Baixos)
Nach der Schule lege ich mich einfach hin. (Depois da escola eu apenas me deito).

É claro que ainda tem muito a ser dito.. mas deixo este post por aqui. Espero os comentários e as dúvidas de vocês.

Até mais

CLIQUE AQUI:
5 - Genitivo
GENITIVO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...