PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

31 de dezembro de 2011

Die Ärzte - Unrockbar

O grupo "Die Ärzte" é bem conhecido. É um grupo de Punk/Rock alemão e tem muitos hits. Uma das músicas mais conhecidas deles é "Männer sind Schweine", que apesar de ser traduzida ao pé da letra como "Homens são porcos", é uma tradução errônea, mais correto mesmo seria traduzir como "Homens são uns FDP" (É sério.. "Schwein" em alemão é um xingamento. "Porco" em português tá muito fraquinho comparado ao sentido do Schwein alemão. Mas isso é assunto pra outra hora).

Já que Männer Sind Schweine já é um clássico, eu gostaria de mostrar outra música deles.

O nome da música é "Unrockbar", o clipe já vem com legendas em inglês. Divir


Ich hab den Tag so oft verflucht als wir uns kennen lernten
Ich habe alles schon versucht, hab unter dem besternten
Himmel Mexikos dir meine Lieblingsplatten aufgelegt
Du hast dich nicht bewegt,
Das hat mich aufgeregt

Du sagst du findest zwar den Beat nicht,
aber Ricky Martin niedlich
Der ist so unappetitlich,
wie wir beide unterschiedlich.

Baby ich kann dich gut leiden,
es ist wirklich wahr
Doch das wird nie was mit uns beiden, eines ist mir klar:

Du bist unrockbar
Du weißt nicht was das für ein Schock war
Meine Freundin ist unrockbar

Wie kannst du bei den Beatsteaks ruhig sitzen bleiben
Wenn dir doch Schlagersänger Tränen in die Augen treiben
Seit du bei mir wohnst schallt jeden Tag Shakira durch das Haus
Ich halt es nicht mehr aus

Ich glaub ich schmeiß dich raus
Du sagst du magst es still und friedlich
Sei doch nicht so ungemütlich
Deine Schmusemasche zieht nicht, pack deine Sachen
Ciao, man sieht sich

Tja, du hast uns schon gesehen vor dem Traualtar
Baby das wird nie geschehen
Du bist ganz und gar

Unrockbar, unrockbar
yeah, yeah, yeah
Unrockbar

doch endlich fällt der Groschen,
und du beginnst zu moshen.

(im Hintergrund: Ich glaub ich rock)
Baby sieh es nicht so eng
Fang jetzt endlich an zu bangen
Dann hast du auch bald kapiert, dass der
ROCK DIE WELT REGIERT!!!
Unrockbar, unrockbar, unrockbar
Yeah, yeah, yeah

Aqui vai mais uma música com legendas em inglês. A letra está no próprio vídeo.

Prefixos separáveis e inseparáveis

Imaginemos o verbo PÔR da língua portuguesa. A partir do verbo PÔR, criaram-se diversos outros verbos: COMPOR, DISPOR, REPOR, TRANSPOR, ISOPOR (oooops, foi mal, isopor não é verbo hahahah), RECOMPOR, PROPOR etc.

Se vocês prestarem atenção, o significado original do verbo PÔR (no sentido de COLOCAR) em muitos casos se perde ao se acrescentar um prefixo. Ou, só chegamos a esse significado se a gente abstrair muito o significado original.

Um prefixo como RE- tem um significado próprio e quer dizer "DE NOVO"... REPOR, portanto, seria COLOCAR de NOVO, substituir algo que foi tirado. Um falante nativo do português não enxerga de cara o significado de COLOCAR no verbo COMPOR. É claro que COMPOR é colocar ideias juntas (por isso: COM), umas com as outras, mas isso se a gente abstrair muito.

Ainda partindo desse exemplos, podemos perceber que o prefixo RE- não existe no português como palavra independente no sentido de "DE NOVO". Ou seja, ele só existe como prefixo: REutilizar, REfazer, REpensar etc.

Já o prefixo COM existe como preposição no português atual no sentido de JUNTO, ACOMPANHADO DE.  Pão COM manteiga. Café COM leite.

Deu pra entender até aqui?

Pois é.. o alemão é uma língua rica em prefixos. Ou seja, verbos simples podem se unir a diversos prefixos e formar novos vocábulos. Muitos destes prefixos têm significado próprio, outros variam de acordo com a palavra. Alguns destes prefixos também existem como palavras próprias (geralmente como preposições, assim como COM) e outros só existem como prefixos (assim como RE-), não aparecendo nunca como palavras independentes.

A diferença mais gritante do português e alemão neste caso é que os prefixos que também existem como palavras próprias geralmente se separam da palavra original. É como se a gente fosse conjugar EU PONHO COM. em vez de EU COMPONHO. É como se o prefixo que se uniu historicamente àquele verbo ainda tivesse vida própria. É como se COM ainda fosse JUNTO. Eu ponho junto. Eu coloco todas as minhas ideias juntas num lugar só. Eu COMponho. Eu ponho COM.
Eu sei que a ideia é meio esquisita pra gente. Mas os prefixos separáveis do alemão todos têm vida própria na língua atual enquanto os prefixos inseparáveis, não. (Claro que há exceções, mas eu já chego lá).


Agora podemos aprender algumas regrinhas importantes para classificar prefixos em alemão:

1 - Todos os prefixos separáveis são palavras existentes na língua (em geral, preposições). Não podemos confundir com as preposições/palavras homônimas. Quando são prefixos, são apenas prefixos, não têm caso nem acusativo nem dativo pois não são preposições, e sim, prefixos.

ANTUN: Das TUE ich mir nicht AN.
Ex.: Eu tomo café COM leite. <= COM aqui é preposição.
Eu COMponho uma canção. <= COM aqui é apenas um prefixo.

Da mesma forma em alemão:

Ich komme gerne MIT dir nach Hause. <= MIT aqui é preposição, regendo o dativo. O verbo da frase é "kommen".
Ich komme MIT. <= MIT aqui é o prefixo do verbo "mitkommen". Dá pra ver bem claro que não há nenhum complemento no dativo, portanto, não é preposição. 

2 - Uma lista dos prefixos que também podem funcionar como preposições  (ou vice-versa) se encontra em qualquer boa gramática. Às vezes os prefixos não são preposições, mas existem como palavras independentes.

Aqui uma lista de prefixos e exemplos de como estas palavras podem aparecer com outras funções.



Prefixo Preposição / Outra função
AB abschneiden ab 9 Uhr
AN ankommen an den Strand
AUF aufstehen auf dem Tisch
AUS ausgehen aus Brasilien
BEI beibringen bei McDonalds
EIN einkommen (ein- como prefixo equivale à preposição IN e não ao artigo EIN)
FEST festhalten ein fester Freund
HER herstellen Er kommt hierher. (como sufixo).
HIN hingehen Wohin gehst du? (como sufixo)
LOS loswerfen lose Blätter
MIT mitmachen mit den Kindern
NACH nachdenken nach dem Unterricht
VOR vorhaben vor der Tür
WEG weggehen weit weg von hier
WIEDER wiederfinden Schon wieder!
ZU zumachen zu mir oder zu dir
ZURÜCK zurückgeben hin und zurück
ZUSAMMEN zusammenpassen zusammen oder getrennt?

Todas estas palavras desta tabela são prefixos com vida própria, portanto, SEPARÁVEIS. Todos os verbos que eu citei na tabela têm os seus prefixos separados ao serem conjugados em tempos simples.

ABschneiden = Ich schneide ... ab.
AUFstehen = Ich stehe... auf.
ZUmachen = Ich mache...zu.

3 - Outra característica dos prefixos separáveis é que, além de também existirem como palavras independentes, eles são SEMPRE tônicos.  Ou seja, quando vocês virem um verbo que comece com um destes prefixos acima citados, lembrem-se de que o prefixo é a sílaba tônica do verbo.

Um verbo como ZUMACHEN não se lê "zuMÁchen", mas sim "ZÚmachen".
Um verbo como NACHDENKEN não se lê "nachDÉNken", mas sim "NÁCHdenken".

Essa questão da pronúncia é o ponto mais importante para definir se um prefixo vai ser separável ou não. Mais tarde eu mencionarei isso de novo.

4 - Vamos a exemplos de prefixos inseparáveis.
Num tópico recente eu falei sobre o ZER-, o prefixo da destruição. A palavra ZER- não existe sozinha. Ela tem um significado próprio, mas ela só existe junto a outras palavras.

O mesmo vale para os seguintes prefixos:


Prefixo
BE- besuchen, bestehen
EMP- empfinden, empfangen
ENT- entgehen, entscheiden
ER- erzählen, erarbeiten
GE- gestehen, gehören
MISS- missverstehen, misshandeln
VER- verstehen, verhandeln
ZER- zerbrechen, zerstören

Como vocês veem, estas palavras não existem sozinhas (com exceção de ER, mas neste caso não tem nada a ver com o prefixo). Por esta razão, estes prefixos são sempre INSEPARÁVEIS e ÁTONOS.

besuchen - ich besuche. Pronúncia: beSÚchen, ich beSÚche (o prefixo é átono).
verstehen - ich verstehe. Pronúncia. verSTÉhen, ich verSTÉhe (o prefixo é átono).

Compare o verbo "verstehen" e veja a diferença com o verbo "aufstehen".

aufstehen - ich stehe... auf. Pronúncia. ÁUFstehen, ich stehe ÁUF (o prefixo é tônico).


Dá pra entender até aqui??
Então agora vai buscar um copo d'água para depois ler as exceções :-)

5 - Exceção 1
 O prefixo HINTER-, apesar de também ser uma preposição é SEMPRE inseparável.

hinterfragen - Er hinterfragt alles.


6 - Exceção 2
Há prefixos que podem ser separáveis e inseparáveis. Aqui vai uma lista de prefixos que podem ser tanto separáveis quanto inseparáveis e apenas um exemplo de cada um.



separável inseparável
DURCH durchlesen: Er liest das Buch komplett durch. durchsuchen: Die Polizisten durchsuchen die Wohnung.
ÜBER überkochen: Der Reis kocht über. übersetzen: Ich übersetze den Text.
UM umsteigen: Er steigt hier um. umarmen: Ich umarme meine Freunde.
UNTER untergehen: Die Inseln gingen unter. unterstützen: Meine Mutter unterstützt mich.



WIEDER wiederkommen: Er kommt wieder. wiederholen: Wiederholen Sie, bitte!
WIDER widerspiegeln: Er spiegelt sich im See wider. widersprechen: Er widerspricht mich immer.

O prefixo MISS-, apesar de não aparecer como palavra independente, pode ser tônico em algumas palavras. Mesmo assim,

missverstehen - Du hast mich MÍSSverstanden.

Como saber se é separável ou inseparável. Neste caso a melhor dica é atentar para a pronúncia. Quando o prefixo é separável, ele é tônico. Quando ele é inseparável, é átono.

Ex.: O verbo "WIEDERHOLEN" é ouvido dezenas de vezes nas aulas de alemão. Todo mundo já deve ter percebido que a sílaba tônica é o "HO": "wiederHÔlen Sie, bitte". Ou seja, o prefixo é inseparável.
No caso da maioria dos outros verbos o WIEDER é sempre tônico. Lembram de "Auf WIEDERsehen"???? A sílaba tônica de WIEDERSEHEN é no começo da palavra: WIEDERsehen. Ou seja, se forem conjugar o verbo WIEDERSEHEN, o correto é "Wir sehen uns wieder", "Wir haben uns WIEDERgesehen", separável.

O mesmo vale para os outros prefixos citados.

Uma outra dica: os verbos separáveis geralmente têm o sentido da preposição bem mais concreto do que os inseparáveis. Nos verbos inseparáveis, GERALMENTE; o sentido original da preposição é mais abstrato.

Infelizmente não dá pra falar aqui sobre as diversas mudanças de sentido que os prefixos causam nos verbos, isso será assunto para um outro tópico. Mas acho que todo aluno de alemão percebe bem rápido o quanto esses prefixos são importantes, pois muitas palavras novas são formadas com eles.

Resumo da ópera (com o verbo STEHEN, por exemplo).
1 - O verbo STEHEN é um verbo sem prefixo nenhum. Significa, entre outras coisas, ESTAR EM PÉ.
Ich höre damit auf.
Ich höre dir zu.
Das höre ich mir gerne an.
2 - Podemos acrescentar o prefixo AUF- ao verbo STEHEN e teremos AUFSTEHEN. "Aufstehen" significa LEVANTAR-SE, o que tem um pouco a ver com o sentido original do verbo. Já que "AUF" também é uma palavra autônoma, esta mantém vida própria, é pronunciada sempre de maneira tônica, e sempre que o verbo for conjugado em tempos simples (ou seja, sem a ajuda de verbos auxiliares), o prefixo vai para o fim de frase.

"Eu me levanto todos os dias às 8 da manhã" se diz em alemão "Ich STEHE jeden Tag um 9 Uhr ÁUF". (ou seja, o AUF se separa do verbo e vai pro final da frase, pronunciado de forma tônica).

3 - Podemos acrescentar o prefixo VER- ao verbo STEHEN e teremos VERSTEHEN. "Verstehen" significa, entre outras coisas, ENTENDER. O verbo original se distancia muito do significado original. O prefixo "VER-" não existe como palavra solta, independente, por isso é sempre INSEPARÁVEL e ÁTONO.

"Eu entendo este texto" se diz "Ich verSTEhe diesen Text" (com a sílaba tônica na própria raiz verbal).

(O verbo em inglês também é formado de uma preposição + verbo: UNDER+STAND, mas ninguém fala de prefixos inseparáveis nas aulas de inglês).

Espero que já tenha ajudado a esclarecer estas dúvidas. Mais tópicos sobre este tema virão.

Abraços e divulguem o blog para seus amigos.

30 de dezembro de 2011

Dinner for one

Eu sei que o blog é de alemão, mas hoje temos um filme em inglês.

No dia 31 de dezembro, os alemães assistem a um filme britânico chamado "Dinner for One".. neste dia este filme passa várias vezes por dia na TV. É o filme tradicional do Ano Novo. É como se fosse a "Corrida de Sao Silvestre" no Brasil... tem todo ano. Só que aqui é um filme. E apesar de as pessoas já o terem visto dezenas de vezes, TODO ANO passa de novo na TV no dia 31 de dezembro.

Pra quem não quiser esperar até amanhã, o filme está disponível no Youtube tb. Só dura uns 10 minutos.


Descobri uma versão em alemão com um pouco de comédia :-) Dieselbe Prozedur wie jedes Jahr...



Divirtam-se und einen guten Rutsch ins Neue Jahr! 
Sobre o Ano Novo na Alemanha, clique aqui.

25 de dezembro de 2011

ZER- : O prefixo da destruição

Alemão é uma língua com uma morfologia muito rica e uma das coisas que deixam os alunos brasileiros mais LOUCOS são as mudanças sutis de significados que os prefixos dão, principalmente aos verbos.

Um verbo como hören (escutar) pode receber um prefixo zu- e virar zuhören (ouvir, escutar com atenção).  Um verbo como kommen (vir) pode receber um prefixo an- e virar ankommen (chegar).

Nem todo prefixo tem significado próprio, mas alguns têm, sim. Hoje gostaria de falar sobre o prefixo da destruição, o prefixo zer-.

Quando um verbo é adicionado do prefixo zer- pode ter certeza que o resultado será algo destruído, despedaçado, destroçado (perceberam que em português todas as três palavras que citei começam por DES-??).

ZER- é um prefixo inseparável, ou seja, sempre fica colocado ao verbo e não existe como palavra própria, autônoma.

Temos, por exemplo, o verbo schneiden (cortar). Um corte não precisa ser necessariamente destruidor. Podemos cortar o dedo num prego sem querer. No momento em que uma faca corta o pedaço do dedo de alguém, temos o verbo abschneiden. O prefixo ab- dá em muitos verbos uma ideia de subtração (para ler mais sobre o prefixo ab- clique aqui). Agora adicionemos o prefixo ZER-


(música de suspense ao fundo)
(som de bomba explodindo ao fundo)

Zerschneiden não significa apenas "cortar", significa cortar em pedacinhos, retalhar, despedaçar. Nem queira imaginar "einen Finger zerschneiden", né? Cena horrenda.

O verbo reißen, em si, é dar um puxão em algo, arrancar algo, empurrar, rasgar... mas zerreißen é rasgar algo em pedaços, esbandalhar, dilacerar etc. Dá pra entender o poder destruidor deste prefixo?

Klein é pequeno, verkleinern é diminuir algo, mas zerkleinern é esmiuçar algo, triturar, moer, estraçalhar (no caso de pedras, britar).

zerstören = destruir
zerschlagen = destroçar
zerlegen = retalhar

Enfim, daria para passar horas aqui listando verbos que comecem com ZER-. Se quiserem, dêem uma olhadinha no dicionário de vocês... Cuidado para não destruírem nada por aí.

Para ler mais tópicos sobre prefixos:
Prefixo ab-
Prefixo ver-

14 de dezembro de 2011

Abre aspas...


Hoje recebi uma pergunta que me deixou intrigado:

Porque as aspas em alemão são diferentes?

Pontuação é um tema complicado.

Primeiro porque pontuação é um tentativa de representar na escrita coisas abstratas como o fim de uma declaração através de um ponto Em segundo lugar (percebeu que a frase anterior ficou estranha sem o ponto, né?), todos esses pontos que usamos são arbitrários.

É claro que não é totalmente arbitrário, mas tudo são convenções tipográficas. Mas nem todas as línguas seguem as mesmas convenções.

A resposta à pergunta sobre as aspas é exatamente aquilo que eu acabei de dizer: porque os sinais são arbitrários. Você sabia que em grego, a interrogação é representada por um ponto-e-vírgula? Sim... é mais ou menos assim:

Oi, como é seu nome ; Onde você mora ;

É isso que você viu. No lugar do "?" se usa um ponto-e-vírgula. Estranho, não ;

Os espanhóis fazem questão de usar DOIS pontos de interrogação, um no começo e outro no fim. Ora, muito brasileiro acha legal. Mas quase todas as línguas sobrevivem apenas com um.

¿Onde você mora? <= ¿Você acha isso realmente necessário?

Por essas e outras arbitrariedades, os alemães representam as aspas de maneira diferente da que a gente está acostumado.Eles abrem as aspas como se fossem com duas vírgulas e fecham as aspas exatamente com as aspas que a gente costuma usar para abrir. Fica mais ou menos assim:

„Wo wohnst du?“ compare com “Onde você mora?”

Por quê? A resposta é "Porque sim". É convenção. Não tem muito o que se discutir.

Além das aspas alemãs, é também possível usar as aspas francesas » «, só que também na ordem contrária, ou seja, a que fecha é a que abre e vice-versa. Na Suíça e em Liechtenstein só se usam as aspas francesas na mesma ordem da língua francesa. O mesmo é feito também para as outras língua usadas na Suíça. (como mostrado na foto acima ou abaixo)

"Aspas" em alemão se diz "Anführungszeichen" ou "Anführungsstriche" e a expressão "entre aspas" se diz "In Anführungszeichen" ou "In Anführungsstrichen".

Tem um outro termo para "aspas": Gänsefüßchen = pezinhos de ganso

Como se fazem as aspas do estilo alemão no PC? Eu só conheço um método de fazê-las no PC. No Word, selecionar a língua alemã e as aspas serão automaticamente feitas sem que você precise fazer nada.

Em muitos livros se vê como na figura ao lado.

E sim... um das aspas simples fica parecendo uma vírgula:

Ex.:
Português: ‘aspas’
Alemão: ‚aspas‘


Mas na Internet ninguém se importa como você faz suas aspas. Então, relaxe!

12 de dezembro de 2011

Quando você vai escrever um livro?


Há algumas semanas eu coloquei um botão de doações no blog. Eu pensei muito antes de fazer isso, pois a intenção inicial do blog nunca foi financeira. Coloquei o botão por várias razões:

1 - O número de visitantes diários do blog tem aumentado bastante. Hoje nós recebemos em média o dobro de visitas do começo do ano. Atualmente recebemos em torno de 2.000 visitas por dia no blog (fora Facebook, Twitter). Com isso, o número de e-mails e de perguntas aumenta, consequentemente eu me sinto meio pressionado a atualizar o blog com mais frequência.

2 - Eu não vivo financeiramente do blog. Eu ganho apenas pouquíssimos centavos por cliques em determinados anúncios que aparecem no blog. Para me dedicar mais ao blog e aos leitores, é importante que haja um retorno maior (além dos inúmeros e-mails de agradecimento e incentivo que recebo). No mais, eu tenho que trabalhar pra ganhar o pão de cada dia.

3 - Já recebi inúmeros e-mails de leitores dizendo que eu deveria publicar um livro. Como isto é um velho sonho, estou decidido a levar este projeto adiante e escrever o livro. Para isso, é claro que eu precisarei de ajuda. Aqueles que gostam do que escrevo e acreditam neste projeto, podem fazer sua doação livremente. Não há quantia mínima. É claro que eu agradeço imensamente por cada centavo doado.

4 - Poxa, mas eu vou doar pro livro e depois ainda tenho que comprar o livro? Hmmmm.... Doações são totalmente voluntárias. Quem não puder/quiser doar, não precisa. O blog continuará gratuito e perguntas continuarão a ser respondidas. Mas eu realmente gostaria de colocar à disposição dos estudantes brasileiros um material que vá de encontro às suas necessidades.

5 - Enfim, prometo não ficar pedindo pra fazer doações. Sintam-se à vontade para continuar lendo o blog como sempre. E quem puder ajudar de outra forma, fique à vontade para fazer suas sugestões.

6 - Estou precisando dos textos escritos por vocês para fazer uma apanhado de dificuldades comuns. :-)

Obrigado aos que já doaram algo.
Com certeza vocês ainda receberão um retorno.

Abraços

11 de dezembro de 2011

DER ou DIE Frau?

Baseado numa pergunta corriqueira, resolvi escrever mais um tópico hoje.

Sei que todos os estudantes iniciantes passam uma boa parte do seu tempo memorizando DER, DIE e DAS.

Eu escrevi alguns tópicos sobre o tema (clique nos números):
DER, DIE ou DAS - Parte I, II e III.

Mesmo depois de memorizar os gêneros dos substantivos, nunca devemos esquecer que alemão tem casos e declinações. Ou seja, o DER, DIE, DAS nem sempre ficam nessa forma. Eles mudam de forma de acordo com o caso e com o gênero.

E uma das coisas que mais assusta iniciantes é ver que as palavras femininas são acompanhadas do artigo DER no dativo.

Sim, isso mesmo, "die Frau" (a mulher) vira "der Frau".

Como assim? Virou masculino?

Não, continua sendo feminino. Calma!!! Isso são declinações. "Die Frau" no nominativo e acusativo. "Der Frau" no dativo e genitivo. Não virou masculino. Pois se fosse masculino, seriam "dem Frau" (no dativo) - o que não é o caso.

Lembrem-se... os artigos podem valer pra mais de um gênero ou mais de um caso.

DER - masculino (nom) e feminino (dat/gen). <= Atenção aqui!!!
DAS - neutro (nom/acus)
DIE - feminino e plural (nom/acus)
DEN - masculino (acus) e plural (dat) <= Atenção aqui!!!
DEM - masculino e neutro (dat)
DES - masculino e neutro (gen)

Se você vir "der Frau" numa frase, e já tiver aprendido que Frau é um substantivo feminino, já saberá que não se trata do caso nominativo.

Ich gebe der Frau eine Rose. Eu dou uma rosa à mulher. (obj. indireto)
Ich habe mit der Frau gesprochen. Eu falei com a mulher (preposicao MIT exige dativo).
Die Augen der Frau sind schön. Os olhos da mulher são bonitos. (genitivo indicando "posse").

Observem o artigo DEN que pode ser "Masculino Singular Acusativo" ou "Plural Dativo".
Ich kenne den Studenten. (kennen exige acusativo, portanto tem que ser intepretado no singular: Eu conheço O estudante).
Ich helfe den Studenten. (helfen exige dativo, portanto tem que ser interpretado no plural: Eu ajudo OS estudanteS)

P.S. Na primeira frase é "den Studenten", mesmo no singular: Dúvidas sobre isso? Clique aqui.

Ficou com dúvida sobre declinação? CLIQUE AQUI!

10 de dezembro de 2011

Como se diz "aquele(a)" em alemão?

Olá,

essa pergunta me tirou noites de sono na época em que eu tentava aprender alemão no Brasil. E me parece que nenhum livro didático sequer aborda o problema.

Quando aprendemos inglês, uma das primeiras coisas que aprendemos é a diferença entre THIS e THAT. Já quando aprendemos alemão, aprendemos relativamente cedo o DIESER, DIESE, DIESES etc. (que equivalem ao THIS). Mas o equivalente ao THAT parece nunca aparecer nos livros. Sempre me perguntava "como se diz AQUELE/A em alemão"?

Ao consultar um dicionário o que se encontra é o demonstrativo JENER, JENE, JENES. De fato, esta É a palavra que tanto se busca.

Dieses Buch ist gut, aber jenes Buch ist besser.
(Este/Esse livro é bom, mas aquele livro é melhor).

Existe até mesmo uma expressão "dieses und jenes" (isso e aquilo).

Só que depois que eu aprendi esta palavra, não me dei por conformado. Por que será que ela nunca aparece nos livros, nos textos dos cursos de alemão de nível básico (até B1)? (Talvez apareça, mas na minha época, pelo menos, nem se tocava no assunto nos cursos).

É que no dia-a-dia os alemães preferem dizer "aquele" de OUTRA forma, sem usar a palavra JENER.

Na hora de apontar para um livro e dizer "aquele livro ali"... os alemães preferem dizer apenas o artigo definido (der, die, das etc.) + substantivo + DA (ali, lá).

Schau mal den Mann da. (Olha aquele homem ali!)
Das Buch da habe ich schon mal gelesen. (Aquele livro ali eu já li).
Sprechen Sie bitte mit der Frau da! (Fale com aquela mulher ali).


7 de dezembro de 2011

Regen, Regen

"Regen" significa "chuva". "Der Regen". "Chover" se diz "regnen" e se conjuga sempre na terceira pessoa com "es" .. "es regnet", "chove, está chovendo"

Como aqui na Alemanha chove muito, aqui vai uma música sobre a chuva que eu também ouvi na época que eu morava no Brasil. Mesmo que vocês não gostem do estilo musical, é sempre bom ouvir música na língua em que se quer aprender, pois a letra fica na cabeça depois de ouvir algumas vezes, consequentemente as palavras também.

Sugiro que até mesmo os alunos inicantes tentem traduzir a letra. Não é tão difícil e só tem verbos no presente.

Com vocês "Lassie Singers" - Regen Regen
Clique abaixo para ouvir a música.
Regen by Lassie Singers on Grooveshark



Regen fällt auf die Welt
grau ist das Himmelszelt
Sieh wie die Straße glänzt
Wie sie uns spiegelt

Regen Regen auf allen Wegen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spaß
Er macht uns alle nass
Auf allen Wegen Regen Regen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spaß
Er macht uns alle nass

Wer erfrischt die bunten Wiesen
wer lässt die Blumen trinken
wer klopft an die Fensterscheiben
und lässt uns in Träume versinken

Regen fällt auf die Welt
grau ist das Himmelszelt
Sieh wie die Straße glänzt
Wie sie uns spiegelt
Regen fällt auf die Welt
Regen, der fällt und fällt
er fällt auf dich und mich
aus allen Wolken

Regen Regen
Auf allen Wegen Regen Regen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spaß
Er macht uns alle nass
Auf allen Wegen Regen Regen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spass
Er macht uns alle nass

Wer macht die schmutzigen Autos sauber
Wer kommt mit dem Wind
Wer küsst die großen Flüsse
Wenn sie todmüde sind

Regen Regen auf allen Wegen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spaß
Er macht uns alle nass
Auf allen Wegen Regen Regen
Wir haben nichts dagegen
Regen macht uns Spaß
Er macht uns alle nass

6 de dezembro de 2011

Quais são os erros mais comuns dos alunos brasileiros?

Olá queridos seguidores do blog,

gostaria de fazer uma pequena pesquisa para descobrir (além dos que a gente já conhece) erros comuns de estudantes brasileiros ao escrever em alemão.

Para isso gostaria de receber textos de vocês.

Se você quiser ajudar siga os seguintes passos:

1 - Elabore um texto de sua autoria sobre qualquer tema trivial (não precisa ser sua tese de doutorado) que não tenha sido corrigido por ninguém. Qualquer ferramenta pode ser usada desde que o texto tenha sido produzido por você sem a ajuda de falantes nativos e/ou professores, amigos etc.
2 - Tente escrever algo no seu nível. Nada de tentar escrever uma dissertação sobre política se você acabou de começar o curso.
3 - O texto não pode ser muito grande. De preferência algo entre 1 ou 4 parágrafos. Não muito mais que isso (pois eu não tenho tanto tempo assim sobrando) nem frases soltas. Tente escrever um texto (ou seja, mesmo que seja um parágrafo, tente conectar as frases umas às outras e não escrever apenas frases soltas).
4 - Atente para o uso de maiúsculas e minúsculas. Nada de escrever tudo em caixa-alta ou todo em letras minúsculas.
5 - Se você não quiser escrever um texto novo, pode ser aquele texto que você fez pro curso de alemão antes de o professor corrigir.
5 - Antes de enviar o seu texto por e-mail, escreva POR FAVOR há quanto tempo você estuda alemão, em que país você mora (importante saber se você mora/morou num país de língua alemã) e, se souber, seu nível de alemão atual (por exemplo: A1, A2, B1 etc.) para eu ter uma ideia. Podem ser textos de qualquer nível.
6 - Envie o texto para deutsch@aprenderalemao.com. (pode ser também por anexo *.doc, *.docx ou *.pdf). Coloque como título do e-mail "Texto para correção" ou algum título semelhante.
7 - Pronto! :-) Seu texto servirá de ajuda para os próximos tópicos.
IMPORTANTE RESSALTAR!

1 - Seu texto completo e seu nome não serão publicados no blog, mas frases ou exemplos poderão ser citados em tópicos futuros.
2 - Você não receberá seu texto corrigido por mim, nem comentado. Mas se os erros que você cometer forem muito comuns em outros textos, pode ser que uma frase ou outra do seu texto apareça num dos próximos tópicos (sem que as pessoas saibam que foi você que escreveu).
3 - É sério, gente... não tô querendo ser negativo, mas por favor, não me peça pra reenviar seu texto corrigido ou com comentários :-) Eu realmente não vou ter tempo pra mandar seu texto corrigido, infelizmente!! :-(
4 - Enviem seus textos para o e-mail, não para o Facebook nem como comentário. 
5 - Na primeira lista lá em cima, tem duas vezes o número 5 e provavelmente você nem percebeu :-)

Gostaria que vocês enviassem os seus textos até o fim deste ano.

Lembre-se: qualquer texto será de grande ajuda!!!!

Obrigado de antemão!

P.S. Não se esqueçam de divulgar o blog. Muito obrigado por acompanhar sempre o blog.

Como se diz "casa", "em casa", "na casa"?

Para a palavra casa se diz "Haus". O plural de casa é "Häuser".


Para se dizer "em casa" (ou seja: na casa do sujeito da oração), o correto é dizer "zu Haus(e)". Para se dizer "para casa" (para a casa do sujeito da oração) se diz "nach Haus(e)". Para se dizer que se está saindo "de casa" (ou seja, da casa do sujeito da oração) se diz "von zu Haus(e)".

O mais comum é que o "E" esteja presente, pois é um resquício de uma marca do dativo singular que não existe mais, mas que ficou na expressão.

Todas estas expressões também podem ser escritas junto e minúsculo.

zu Hause = zuhause (em casa)
nach Hause = nachhause (para casa)
von zu Hause = von zuhause (o von fica separado). (de casa).

Ich bin zu Hause. Er geht nach Hause. Wir kommen von zu Hause.
Ich bin zuhause. Er geht nachhause. Wir kommen von zuhause.

Apesar de isso ser possível, o mais comum é ver escrito separado.

Para se dizer "na casa de alguém", o mais comum não é usar a palavra "Haus", mas sim somente a preposição BEI + DATIVO.

Nós estamos na casa do Klaus. = Wir sind bei Klaus.
Eles estão na minha casa = Sie sind (jetzt) bei mir (zu Hause).
Estou na casa de amigos = Ich bin bei Freunden.

Para se dizer que vai "para a casa de alguém" a preposição é ZU + DATIVO (sem a palavra Haus).

Nós vamos para a casa do Klaus = Wir gehen zu Klaus.
Eles vêm pra minha casa = Sie kommen zu mir.
Vou para a casa de amigos = Ich gehe zu Freunden.

As regras e preposição que eu citei acima valem apenas para a palavra CASA! Se você quiser saber quais preposições usar para outros lugares, CLIQUE AQUI.



4 de dezembro de 2011

Preposições de lugar: IN, AN, AUF


Dor de cabeça de milhares de brasileiros: em português EM, em alemão IN, AN, AUF.

Esse problema se tem também no inglês com o IN, AT, ON.

Teoricamente o AT seria o equivalente do AN, e o ON seria o equivalente do AUF. Só que são tantas as diferenças no uso das preposições entre o inglês e o alemão que nem vale a pena ler isso que eu acabei de escrever. :-)

Mas por aí, já poderíamos aprender uma coisa: The book is on the table = Das Buch liegt auf dem Tisch.

Temos que, primeiro, abstrair o significado GERAL de cada preposição.

Para localizar um objeto no espaço, a preposição AUF indica que este objeto está SOBRE uma superfície. No momento em que eu digo AUF DEM TISCH, a mesa é vista como uma superfície (aberta) e o objeto em questão está em contato com esta superfície.

A preposição IN indica em que o objeto em questão está DENTRO de um determinado lugar. Desta forma, no momento do uso do IN, aquele lugar não está sendo visto como uma superfície e sim como um espaço fechado (pelo menos em partes).Por isso eu digo Das Wasser ist IM GLAS (no copo). O copo não é fechado completamente, mas ela está DENTRO do copo, NO copo.


A preposição AN é bem mais complicada de se abstrair. Quando um objeto está coladinho a outro, mas não na superfície de cima, e sim, dos lados, então a preposição é AN. A seguinte figura pode ajudar a visualizar o que eu acabei de escrever:

Digamos que o desenho represente uma caixa (Kiste).

Usamos IN quando a bola estiver DENTRO da caixa:
Der Ball ist IN der Kiste.

Usamos AUF caso a caixa estivesse fechada e a bola estivesse SOBRE a caixa, na superfície superior.
Der Ball ist AUF der Kiste.

Usamos AN caso a bola estivesse tocando os lados da caixa.
Der Ball ist AN der Kiste.

Baseado nesse princípio dizemos:
Das Bild ist AN der Wand. (O quadro está na parede). A parede é vista como superfície, mas está tocando os lados e não a parte superior.
Die Klimaanlage ist IN der Wand. (O ar-condicionado está na parede). O aparelhos de ar-condicionado do Brasil são geralmente colocados "dentro" da parede. É feito um buraco na parede só para colocar o ar-condicionado.

Voltemos ao exemplo da mesa.Quando dizemos "Nós estamos sentados à mesa" (muito brasileiro fala "na" mesa), neste caso não estamos AUF dem Tisch, pois a gente não está sentado SOBRE a mesa, muito menos IM Tisch, pois a gente não está DENTRO da mesa. A gente tá sentado ali coladinho, pertinho.. por isso, "AM TISCH". "Wir sitzen am Tisch".

Dá pra usar esse princípio sempre? Não há exceções?

Claro que existem exceções que desafiam a lógica da coisa. Mas como eu digo sempre: línguas não precisam ser lógicas. Às vezes tem que se engolir certas coisas como são, mesmo que não sejam lógicas.

Vou dar aqui alguns exemplos.

NA CAMA:
Seguindo esta lógica, a cama seria uma superfície aberta, então as pessoas e coisas estariam SOBRE a cama, portanto, AUF DEM BETT. Está correto. Mas o que é mais usado é IM BETT. Por quê?
Dizem que é porque as camas de antigamente eram fechadas (e altas, por causa dos ratos). Talvez a preposição seja um resquício deste uso antigo.

Mas lembrem-se: em outros casos só se pode usar AUF.
Na cadeira : auf dem Stuhl
No sofá: auf dem Sofa etc. (a não ser que você esteja dentro da cadeira ou sofá).

NO BANHEIRO:
Nós temos duas palavras para banheiro em alemão: Badezimmer (que literalmente significa "quarto-de-banho"), ou seja, é o local para tomar banho. Temos também a palavra "Toilette" que é onde fica o vaso sanitário. Antigamente aqui na Europa era comum haver nas casas dois cômodos separados. Até hoje há casas (antigas, claro) em que ainda é assim. Só que no Brasil geralmente temos tudo num cômodo só, vaso sanitário e chuveiro. O grande problema é que a palavra "Toilette" (em alemão) significa também o VASO SANITÁRIO em si.

Sendo assim, ao dizer que vai ao banheiro (fazer suas necessidades), seja na sua casa ou em qualquer lugar, nunca diga que vai IN die Toilette, e sim AUF die Toilette.

Ich muss auf die Toilette. (Tenho que ir ao banheiro).

Se você disser IN, os alemães entenderão que você quer entrar no vaso, em vez de ficar apenas "sobre" o vaso. É claro que eles darão umas boas risadas.

Para Badezimmer (e todos os outros cômodos de dentro da casa) a preposição é IN.

NA TV = im Fernsehen, in der Glotze (o que se vê na TV é tida como se estivesse DENTRO do aparelho).

NA RUA.

Se você quiser dizer que algo está NA RUA x, é sempre IN.
Ich wohne in der Goethestraße. (Eu moro na Rua Goethe).
Der Bus fährt in diese Straße. (O ônibus vai entrar nesta rua). <== Até em português a gente traduz como "entrar" numa rua.

Mas se você quiser dizer "As crianças estão brincando na rua". Neste caso, a rua é vista como uma superfície aberta onde as crianças brincam.

Die Kinder spielen auf der Straße.

NA PRAÇA
AN (apesar de ser uma superfície aberta).

Wir sind am Augustusplatz. (Nós estamos na Praça Augustus).

Pode ser AUF no mesmo caso de RUA, quando a praça é vista como superfície.
A preposição para Spielplatz, por exemplo, é AUF.

NA PRAIA
AN: Wir sind am Strand (Nós estamos na praia).

"IM Strand" seria entendido como se você estivesse enterrado na areia.

NA ÁGUA/NO MAR etc.
Se você estiver realmente NA água (por exemplo, no mar se banhando), pode usar IM WASSER/IM MEER.

Caso você só esteja perto da água, mas sem entrar o correto é AM MEER/AM WASSER.

AUF DEM WASSER só daria certo se seu nome fosse Jesus.

NO ROSTO
Por incrível que pareça, a preposição para ROSTO (Gesicht) é IN.

Er hat mir Wasser ins Gesicht geworfen. (Ele jogou água no meu rosto).
Er hat eine Narbe im Gesicht. (Ele tem uma cicatriz no rosto).


NO BANCO / NO CORREIO / NA UNIVERSIDADE etc.
Para indicar que você está em determinados lugares da cidade as preposições podem variar.

BANK e POST podem usar tanto IN quanto AUF.

Ich bin auf/in der Bank/Post. (Eu estou no banco/correio).

UNI(VERSITÄT)

Em geral se diz AN DER UNI quando a Uni é vista como instituição de ensino, trabalho etc. Ou seja, se você quiser dizer que "estuda na Universidade" ou "trabalha na Universidade" é bom sempre dizer AN der Uni.

Para se dizer onde você está no momento, pode-se dizer IN der Uni, quando você interpreta a UNI como um prédio físico, dentro do qual você está. Como instituição a preposição é AN.

EVENTOS a preposição que se usa para eventos é quase sempre AUF. Neste caso não são locais físicos.

Ich bin auf einer Party / auf einem Konzert / auf einem Meeting (Eu estou numa festa / show / reunião).

EM CASA/NA CASA:
Clique aqui.

Para terminar:

IN + DAS = ins (usado em todos os casos, tanto na fala como na escrita padrão)
IN + DEM = im (usado em todos os casos, tanto na fala como na escrita padrão)
AN + DAS = ans (usado em todos os casos, tanto na fala como na escrita padrão)
AN + DEM = am (usado em todos os casos, tanto na fala como na escrita padrão)
*AUF + DAS = aufs (mais usado na fala e na escrita informal).
*AUF + DEM = aufm (só usado na fala e na escrita informal).

Acho que já dá pra ter uma boa ideia de como usar estas preposições. Lembrem-se... isto que eu escrevi não é um tratado definitivo e completíssimo do uso de preposições. Sempre haverá exceções e sempre haverá outras perguntas quando vocês as estiverem usando na prática. O melhor é verificar como os falantes nativos dizem, na dúvida perguntar pra alguém.

Há muito mais a ser dito sobre preposições, mas o tópico ficaria muito grande.

Para as dúvidas mais comuns:
Com que caso eu uso as preposições IN, AN e AUF? CLIQUE AQUI



2 de dezembro de 2011

Natal na Alemanha [2]

 Hallo,

Weihnachtsmarkt
hoje gostaria de falar um pouco sobre as festividades do Natal na Alemanha. A Alemanha, como sabemos, é um país tradicionalmente de maioria cristã, apesar de a maioria dos jovens alemães não ligarem muito para igreja e religião. A impressão que eu tenho é que a maioria seja ateu ou não dê a mínima importância para igrejas e religiões.

Mas as tradições e feriados cristãos ainda são abundantes.

A coisa mais legal do Natal alemão é sem dúvida o Weihnachtsmarkt (o Mercado Natalino / Feira Natalina). Elas acontecem em todas as cidades. Umas são mais famosas que as outras. Nas feiras natalinas se montam stands para vender os mais diversos produtos e a cidade fica toda decorada com coisas natalinas. A bebida mais tradicional do Natal é o Glühwein (vinho quente), mas também há outros tipos de bebidas quentes (tanto alcoólicas quanto não-alcoólicas).

Lebkuchen
A abertura do Weihnachtsmarkt coincide também com a abertura do período dos Adventos. "O Advento começa às vésperas do domingo mais próximo do dia 30 de novembro e vai até as primeiras vésperas do Natal contando quatro domingos." A cada domingo é contado 1 advento. E acreditem: mesmo as pessoas menos religiosas costumam desejar a cada domingo um bom primeiro advento, segundo advento e assim por diante.

Adventskalender!!!
Mesmo os menos religiosos acabam tendo um Adventskalender em casa. Os Adventskalender que são normalmente comercializados são calendários do dia 1° ao dia 24 de dezembro. Em cada dia há uma portinha, dentro de cada portinha há (normalmente) um chocolate. Você abre uma portinha por dia até o Natal.

Os Adventskalender podem ser comprados prontos (nessa época há muitos deles nos supermercados ou outras lojas, geralmente de marcas de chocolate) ou podem ser confeccionados de forma caseira. Não é necessário que sejam um chocolate por dia. Pode ser também uma surpresa diferente a cada dia até o dia do Natal. Não se esqueçam de fazer o seu até o dia 30 de novembro, que é quando a maioria dos Weihnachtsmärkte abrem e a partir daí você começa a abrir as portinhas do seu calendário.

Weihnachtsstollen
Outros sabores tradicionais do Natal alemão são os biscoitos chamados Spekulatius, os Lebkuchen (que se assemelham ao pão-de-mel brasileiro) e os Weinachtsstollen (que não têm o mesmo gosto dos panetones).


Spekulatius
Ah... quase esqueço. A famosa brincadeira de "amigo secreto" ou "amigo oculto" se chama "Weihnachtswichtel", mas, ainda bem, acontece com beeeeeeeeeeeeeeeeeeeem menos frequência que no Brasil (pois no Brasil, você passa o fim de ano inteiro só participando do Amigo Secreto da empresa, da família, do curso de alemão, da faculdade etc.). O "amigo da onça" (aquela variante com presentes "ruins") é chamado de "Schrottwichtel".

Para o significado de Wichtel, o artigo da Wikipedia pode ajudar:
"Ein Wichtel (Diminutiv von Wicht), auch Wichtelmann oder Wichtelmännchen, ist ein kleines Phantasiegeschöpf, das vor allem in nordischen Sagen Gutes tut. Der hilfreiche kleine Hausgeist ist auch zu Schabernack geneigt. Er kommt auch häufig in Bilderbüchern vor, zum Beispiel in vielen Werken von Fritz Baumgarten.
Stand de venda de "Glühnwein" (Vinho quente com especiarias)

In modernerer Fantasy-Literatur sind Wichtel auch böse Geister, die Übles aushecken und Hexen dienen. Die Rolle der guten Geister fällt dabei den Heinzelmännchen zu.

Als Wichtel werden in Österreich und einigen deutschen Pfadfinderverbänden die jüngsten weiblichen Mitglieder der Pfadfinderbewegung (Mädchen von ca. 6 bis etwa 10 Jahren) bezeichnet, in der Schweiz hießen sie bis 2009 Bienli – die gleichaltrigen Buben heißen Wölflinge, in der Schweiz Wölfe.
Weihnachtsmarkt in München

In der Weihnachtszeit bringen Weihnachtswichtel heimlich Geschenke beim Wichteln."

Apesar de óbvio, aqui o Natal acontece no inverno. E apesar disso, na Alemanha não neva tanto quanto em outros países (como nos EUA). Mesmo assim, os alemães sempre ficam fazendo especulação sobre um Natal Branco (neve nos dias 24/25) e se alegram quando neva no dia. Neve e frio pesado geralmente ocorrem em janeiro/fevereiro, mas aí os Weihnachtsmärkte já fecharam e não tem mais vinho quente nas ruas :-(

O que acontece quando acaba o Natal? 
Como se sabe, os alemães costumam usar pinheiros de verdade na decoração do Natal. A decoração fica normalmente até o dia 6 de janeiro, dia dos Reis. Após este dia (ou antes, de acordo com o calendário de cada cidade), a cidade reserva um dia para que se joguem fora as árvores de Natal. Ou seja, você não pode simplesmente jogar sua árvore de Natal fora. Tem que ser no dia certinho do recolhimento das árvores, avisado aos moradores. Neste dia, em Berlim, é possível ver moradores defenestrando (jogando pela janela) suas árvores de Natal :-) É claro que isso não dá pra fazer em todo lugar e nem pode jogar sobre passantes nem sobre carros... mas é uma tradição berlinense. Você já viu a defenestração de árvores de Natal na Alemanha? :-)

Para quem ainda não leu o primeiro tópico sobre Natal, por favor CLIQUE AQUI.

30 de novembro de 2011

Aplicativo "Quero Aprender Alemão"

Olá,

um dos leitores (Du Leal) fez um aplicativo do blog para os celulares NOKIA. Se você tem um smartphone da Nokia, pode baixar o aplicativo do "Quero aprender alemão" no próprio site da loja OVI.

http://store.ovi.com/content/225302

A função do aplicativo é manter vocês sempre atualizados das novidades no celular de tudo o que eu posto, tanto no blog quanto no Facebook/Twitter.

Se houver pessoas querendo desenvolver algo para Android, iPhone etc. fiquem à vontade. Eu fiquei muito contente com esta iniciativa do Du.

Obrigado, Du Leal.

Joy Denalane


Quando eu ainda estava no Brasil aprendendo alemão, me lembro de ter ouvido muito essa música. Foi com essa música que eu aprendi pela primeira vez as expressões para desejar uma "boa noite": Schlaf schön! (Durma bem!) e Träum süß! (Bons sonhos!)

O nome da música é KINDERLIED. A cantora se chama Joy Denalane. Como vocês veem, ela é uma cantora alemã negra (Pra quem ainda mantém o falso estereótipo de que todo alemão é loiro...sim, ela é alemã, nascida em Berlim). O estilo musical relembra um pouco cantores negros americanos (R&B e Soul).


Basta clicar no play abaixo para ouvir a música:

Kinderlied by Joy Denalane on Grooveshark

Ich dank' dem Himmel jeden Tag dafür, dass es dich gibt
dafür, dass du gesund und munter in mein' Armen liegst
was auch passieren mag, bin für dich da und hab' dich lieb
schlaf schön und träum süß, ich sing' dir dein Lied
Isaiah
schon als ich dich empfing, hast du dich in mein Herz gestohl'n
ich trug dich unter ihm, doch was es fühlt, hast du befohl'n
es hat mir gesagt, die größte Liebe würde mir gebor'n
schlaf schön und träum süß, ich wieg' dich mein Sohn

Refrain
Schlaf, mein Liebling, schlaf schön
Schätzchen, mach die Augen zu
ich seh' die Sterne leuchten
doch keiner scheint so hell wie du
der Silbermond dort oben
is heut' nur halb zu seh'n
so schein uns viel verborgen
nur weil wir nicht versteh'n


Du wirst noch so viel lern', dein Leben hat noch kaum begonn'
wollt' ich könnt' dich bewahr'n vor all den Prüfungen, die noch komm'
das Glück, das du mir bringst, hätt' ich mir nicht im Traum ersonn'
schlaf gut mein Liebling, und träum auch davon
Naledi
Du bist in 'ne Welt gebor'n, deren eine Hoffnung ihr jetzt seid
es gilt sie zu erhalten, Sohn, es bleibt nur wenig Zeit
doch erst mal umsorg' ich dich noch für 'ne kleine Ewigkeit
schlaf schön und schein mir, weil Stern Naledi heißt
Refrain 3x

25 de novembro de 2011

Posso inventieren palavras novas?

Muitos brasileiros, depois que aprendem que muitos verbos alemães terminam em -IEREN, começam a inventar verbos em -IEREN.

Aí começieren a falieren com todos os verbos em -ieren. Até na prova quando eles se dão mal, dizem que se "ich habe mich lasquiert".

Infelizmente não é bem assim.

Eu já mencionei aqui o famoso verbo STUDIEREN, usado e reusado de maneira errada por diversos brasileiros (principalmente iniciantes) pela semelhança com o verbo "estudar". Studieren é FAZER FACULDADE de alguma coisa e não simplesmente estudar. Se alguém te pergunta "Was studierst du?" ou "Hast du studiert?" eles estão, na verdade, querendo saber que curso de nível superior você faz ou fez. O verbo "estudar" é "lernen".

E STUDIEREN é só o começo. A partir daí começa a saga dos verbos em -IEREN.

Os verbos em -IEREN têm uma característica em comum. Quase todos têm origem no latim, sendo muitos deles empréstimos vindos da língua francesa. Já que o português e o francês têm origem no latim, há muitas coincidências, de fato e há vários verbos que são idênticos também no significado. Mas, pode-se dizer que, em muitos casos, o verbo em -IEREN é um verbo mais específico que os nossos equivalentes portugueses. Palavras vindas do latim presentes na língua alemã geralmente têm um uso mais rebuscado do que suas equivalentes alemãs.

Então, muita atenção com verbos em -IEREN.

1) Há casos em que os significados são idênticos ou quase idênticos:

Exemplos:

INVESTIEREN = investir
TRANSPORTIEREN = transportar
ARGUMENTIEREN = argumentar
AKTIVIEREN = ativar
MOTIVIEREN = motivar

etc.

2) Outros verbos em -IEREN não vêm necessariamente de palavras latinas de uso comum na língua portuguesa.

ONANIEREN = MASTURBIEREN

O verbo "onanieren" significa "masturbar-se" e tem origens bíblicas. O capítulo 38 de Gênesis fala a respeito de Onã que derramava seu esperma na terra. Daí veio o verbo "onanieren" como expressão para o ato de se masturbar. O verbo masturbieren também existe. Os dois verbos em questão são verbos de conotação neutra, não vulgares.

No dia-a-dia, os homens usam o verbo "wichsen" (que significa "encerar") para indicar o ato de masturbação masculina. Nossa, eu comecei com o sacro e terminei falando do profano. Vamos mudar de verbo?

GASTIEREN: "gastieren" não vem do verbo "gastar". "Gastar" se diz "ausgeben" (no caso de dinheiro, por ex.) ou em outros casos "verbrauchen" (no sentido de utilizar algo).

"gastieren" vem da palavra Gast (hóspede, convidado) e é usada no meio artístico (ou até no meio esportivo) com o seguinte significado: "an einer fremden Bühne als Gast auftreten".

Exemplos retirados da net:

"Zauberer Daniel Jaag gastiert am Freitag, 19. August im Restaurant Seelig" (O mágico Daniel Jaag "se apresenta/estreia" na sexta, 19 de agosto no restaurante Seelig")

A tradução pode ser "apresentar-se" ou "estrear" mesmo, só que se subentende que seja num outro teatro, como "convidado" :-)

No caso de esporte temos (retirado da Internet): "Am Samstag gastiert Trier im Südwest-Derby bei der Sportvereinigung Elversberg" ou "Meister Borussia Dortmund gastiert in Mainz".


3) Outros verbos em -IEREN têm mais ligações com o francês e nem todo brasileiro (que não sabe francês) entenderia de cara do que se trata:

JONGLIEREN: é fazer malabares. Como vem do francês, esse "J" é lido como se fosse no português, o mesmo som de J da palavra "feijão".

PASSIEREN: não é PASSAR, e sim ACONTECER, OCORRER. Nesse sentido temos o verbo PASSAR-SE.. O que aconteceu? O que se passou? = Was ist passiert?

4) Conselho: antes de sair usando verbos com -IEREN, veja se não há um equivalente em alemão de uso mais comum.

Por exemplo: existe, de fato, o verbo INKOMMODIEREN, mas é um verbo totalmente antiquado. No dia-a-dia se usa o verbo "STÖREN" para incomodar. FREQUENTIEREN é um verbo que pode até ser usado na Áustria, mas é bem mais comum dizer de outras formas:

Ele frequenta a Praia do Futuro. = Er geht häufig zum Strand "Praia do Futuro" hin.

Um verbo como "komplettieren" poderia bem ser dito como "ergänzen"..

E por aí vai!!!


Só para fazer um pequeno teste com vocês.. aqui vai uma lista de 125 verbos terminados em -IEREN. (É claro que existem muuuuuuuuuuito mais). Façam o teste e vejam se vocês conseguem entender todos com a ajuda do português. Tentem achar em dicionários aqueles que vocês não entendem e querem entender.

attraktivieren glacieren kokettieren perfektivieren statieren
azotieren granieren kolorieren phrasieren stolzieren
binieren granulieren komplettieren planieren subalternieren
blondieren gravieren konformieren plattieren subjektivieren
brillantieren gravitieren kontinuieren plausibilieren superieren
brüskieren halbieren koramieren polychromieren szintillieren
daktylieren halluzinieren krepitieren präsentieren tragieren
densieren homologieren laktieren präzisieren transitivieren
dezimieren honorieren laterieren primitivieren traversieren
diffamieren hospitieren laxieren profanieren unieren
difformieren humiliieren legitimieren prosperieren vagieren
duplizieren hydrieren liquidieren publizieren validieren
eutrophieren hydrophobieren magnifizieren quadrieren variieren
extensivieren inaktivieren marinieren quittieren vastieren
feminieren infamieren marodieren relativieren venerieren
finieren inkommodieren mattieren rezidivieren vigilieren
firmieren integrieren menstruieren sakrieren vulgieren
fixieren intensivieren monosemieren sekundieren zelebrieren

Último conselho: Não inventieren muitos verbos com -IEREN, pois não funktionieren sempre. Alguns verbos realmente existieren, outros ninguém vai entendieren, ou você vai passieren vergonha. Kapiert?

É isso!

13 de novembro de 2011

Quando eu uso AUS e VON!?

Para saber o uso de AUS e VON no sentido de origem, basta você saber qual preposição se usa para aquele local quando não se indica origem.

AUS e VON são as preposições típicas da resposta da pergunta WOHER?

Basta você fazer a pergunta WO? para descobrir qual preposição se usa. Geralmente para a pergunta WO? se usam IN, AN ou AUF.

WO??
Die Zeitschrift ist in der Kiste. (A revista está na caixa)
Das Buch ist auf dem Tisch. (O livro está na mesa)
Das Bild ist an der Wand. (O quadro está na parede).

Não vou explicar o pq de se usar IN, AN ou AUF nas frases acima. Quem ainda não sabe, pode perguntar a um professor ou ler este tópico aqui. Mas partindo do princípio de quem já sabe isso, vou agora para o VON e o AUS.

A regra é:

AUS é o contrário de IN.
VON é o contrário de AUF e AN.

WOHER?
Ich habe die Zeitschrift aus der Kiste geholt. (Eu peguei a revista da caixa).
Ich habe das Buch vom (von + dem) Tisch geholt. (Eu peguei o livro da mesa).
Das Bild ist von der Wand gefallen. (O quadro caiu da parede).

O mesmo vale para cidades, países, continentes, ilhas etc.

WO?
Ich bin in Berlin, in Deutschland, in Europa, auf Sylt.

WOHER?
Er kommt aus Berlin, aus Deutschland, aus Europa, von Sylt.

Única exceção é: VON ZU HAUSE = de casa.

Lembrete 1: VOM (com "m" no fim)  é a contração de VON + DEM.
Lembrete 2: Tanto VON quanto AUS são usados com o Dativo.
Ou seja: o artigos definidos no dativo são: DEM (masculino e neutro), DER (feminino), DEN (todos os gêneros no plural, o substantivo também recebe um -N).

Então, sabendo disso, alguém me responde: Como se diz?

a) Estou vindo agora da praia.

b) A gata pulou da cadeira.

c) Ele se levantou do sofá.

d) O pai dele vem das Filipinas.

e) Tirei o garfo da gaveta.

f) A azeitona caiu do prato.

g) Minha professora de alemão é dos Países Baixos.


Divirtam-se!

11 de novembro de 2011

Kölle Alaaf

A primeira cidade da Alemanha onde morei foi Colônia.

Colônia é, na minha opinião, comparando-se a muitas cidades da Alemanha, uma cidade "feinha". (Sei que os fanáticos por Köln vão me matar por isso! hehehe). Mas é sério, Köln tem a Dom (que é imperdível) e o rio Reno (der Rhein). No verão as pessoas se encontram no Aachaner Weiher (que é um lago perto da Uni). Mas, no geral, os bairros de Colônia não têm a bela arquitetura ou o charme de outras cidades europeias (basta dar uma voltinha por Viena ou por Praga para perceber a diferença).Mas, o que Colônia perde na arquitetura da cidade, ganha na alegria dos seus moradores. Diferente de outras cidades, Colônia não pára, a cidade está sempre em movimento e só não encontra o que fazer na cidade quem não sai de casa.

Pra você que não sabe pronunciar KÖLN, aqui vai a pronúncia: 

Mas o ápice da vida em Colônia é o CARNAVAL. Colônia tem o carnaval mais tradicional da Alemanha. Como no Brasil, a cidade pára para ver o Carnaval. Nos dias de Carnaval muitas vezes não tem aula e a cidade fica cheia.O mais legal da tradição do Carnaval de Colônia é o dia 11 de novembro. É quando se dá o apito inicial para o Carnaval. Sim, a primeira festa de Carnaval (por assim dizer) é comemorada o dia 11/11 começando às 11:11.

Esse ano a festa será especial, pois será 11/11/11.

O "grito de guerra" oficial do Carnaval de Colônia é "Alaaf". "Kölle" é a forma para "Köln" no dialeto local. Além disso, há dezenas de músicas tradicionais do Carnaval, quase todas entoadas em no dialeto "Kölsch". Diferente do Brasil, onde cada ano aparecem novos hits carnavalescos de gosto duvidoso, em Colônia, é como se ele ainda tocassem as velhas marchinhas, mantendo a tradição. É claro que nos clubes se toca de tudo, mas em geral, no Carnaval, tudo que se ouve são músicas cantadas em Kölsch, bebendo-se Kölsch. No Carnaval muitas pessoas se fantasiam e saem para ver os desfiles dos blocos. No dia do desfile, eles jogam doces (Kamellen) para os espectadores. As crianças geralmente já vão com sacolas para pegar doces. Outras viram guarda-chuvas ao contrário para pegar mais doces.

Aqui está um vídeo do 11.11 do ano passado.. o vídeo tem 12 minutos e vocês podem ter uma ideia de como são as músicas e como é a festa. Não se assustem se vocês não entenderem... é DIALETO! .-)



Para quem estiver em Colônia: ALAAAAAAAAAAAAAAAF! :-)


Aqui vai a música mais tradicional do Carnaval, cantada em Kölsch (dialeto).



Met ner Pappnas gebore dr Dom en dr Täsch,
Han mir uns jeschwore: Mer jon unsre Wääch
Alles wat mer krieje künne, nemme mer och met,
Weil et jede Augenbleck nur einmol jitt.....


Mer jon zom F.C. Kölle un mer jon zom KEC
Mer drinke jän e Kölsch un mer fahre KVB
Henkelmännche - Millowitsch, bei uns es immer jet loss
Mer fiere jän, ejal of klein of jroß - wat et och koss'!

Da simmer dabei ! Dat is prima! VIVA COLONIA!
Wir lieben das Leben, die Liebe und die Lust
Wir glauben an den lieben Gott und hab´n noch immer Durst.

Mer han dä Kölsche Klüngel un Arsch huh - su heiß´ et he!
Alaaf op Ruusemondaach un Aloah CSD
Mer sin multikulinarisch - mer sin multikulturell
Mer sin in jeder Hinsicht aktuell - auch sexuell!

Da simmer dabei ! Dat is prima! VIVA COLONIA!
Wir lieben das Leben, die Liebe und die Lust
Wir glauben an den lieben Gott und hab´n noch immer Durst.

Mer lääve hück - nit murje, zo schnell verjeiht die Zigg
L.M.A.A. ihr Sorje - mer lääve dä Augenbleck
...un dä es jenau jetz´ !

Da simmer dabei ! Dat is prima! VIVA COLONIA!
Wir lieben das Leben, die Liebe und die Lust
Wir glauben an den lieben Gott und hab´n noch immer Durst.

4 de novembro de 2011

Turbostaat


Não conhecia esta banda (Turbostaat), mas achei o vídeo legal.

Se o link do Youtube nao funcionar, dá pra assistir o vídeo aqui: http://www.myvideo.de/watch/7877194/Turbostaat_Fuenfwuerstchengriff

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...