PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

31 de dezembro de 2011

Prefixos separáveis e inseparáveis

Imaginemos o verbo PÔR da língua portuguesa. A partir do verbo PÔR, criaram-se diversos outros verbos: COMPOR, DISPOR, REPOR, TRANSPOR, ISOPOR (oooops, foi mal, isopor não é verbo hahahah), RECOMPOR, PROPOR etc.

Se vocês prestarem atenção, o significado original do verbo PÔR (no sentido de COLOCAR) em muitos casos se perde ao se acrescentar um prefixo. Ou, só chegamos a esse significado se a gente abstrair muito o significado original.

Um prefixo como RE- tem um significado próprio e quer dizer "DE NOVO"... REPOR, portanto, seria COLOCAR de NOVO, substituir algo que foi tirado. Um falante nativo do português não enxerga de cara o significado de COLOCAR no verbo COMPOR. É claro que COMPOR é colocar ideias juntas (por isso: COM), umas com as outras, mas isso se a gente abstrair muito.

Ainda partindo desse exemplos, podemos perceber que o prefixo RE- não existe no português como palavra independente no sentido de "DE NOVO". Ou seja, ele só existe como prefixo: REutilizar, REfazer, REpensar etc.

Já o prefixo COM existe como preposição no português atual no sentido de JUNTO, ACOMPANHADO DE.  Pão COM manteiga. Café COM leite.

Deu pra entender até aqui?

Pois é.. o alemão é uma língua rica em prefixos. Ou seja, verbos simples podem se unir a diversos prefixos e formar novos vocábulos. Muitos destes prefixos têm significado próprio, outros variam de acordo com a palavra. Alguns destes prefixos também existem como palavras próprias (geralmente como preposições, assim como COM) e outros só existem como prefixos (assim como RE-), não aparecendo nunca como palavras independentes.

A diferença mais gritante do português e alemão neste caso é que os prefixos que também existem como palavras próprias geralmente se separam da palavra original. É como se a gente fosse conjugar EU PONHO COM. em vez de EU COMPONHO. É como se o prefixo que se uniu historicamente àquele verbo ainda tivesse vida própria. É como se COM ainda fosse JUNTO. Eu ponho junto. Eu coloco todas as minhas ideias juntas num lugar só. Eu COMponho. Eu ponho COM.
Eu sei que a ideia é meio esquisita pra gente. Mas os prefixos separáveis do alemão todos têm vida própria na língua atual enquanto os prefixos inseparáveis, não. (Claro que há exceções, mas eu já chego lá).


Agora podemos aprender algumas regrinhas importantes para classificar prefixos em alemão:

1 - Todos os prefixos separáveis são palavras existentes na língua (em geral, preposições). Não podemos confundir com as preposições/palavras homônimas. Quando são prefixos, são apenas prefixos, não têm caso nem acusativo nem dativo pois não são preposições, e sim, prefixos.

ANTUN: Das TUE ich mir nicht AN.
Ex.: Eu tomo café COM leite. <= COM aqui é preposição.
Eu COMponho uma canção. <= COM aqui é apenas um prefixo.

Da mesma forma em alemão:

Ich komme gerne MIT dir nach Hause. <= MIT aqui é preposição, regendo o dativo. O verbo da frase é "kommen".
Ich komme MIT. <= MIT aqui é o prefixo do verbo "mitkommen". Dá pra ver bem claro que não há nenhum complemento no dativo, portanto, não é preposição. 

2 - Uma lista dos prefixos que também podem funcionar como preposições  (ou vice-versa) se encontra em qualquer boa gramática. Às vezes os prefixos não são preposições, mas existem como palavras independentes.

Aqui uma lista de prefixos e exemplos de como estas palavras podem aparecer com outras funções.



Prefixo Preposição / Outra função
AB abschneiden ab 9 Uhr
AN ankommen an den Strand
AUF aufstehen auf dem Tisch
AUS ausgehen aus Brasilien
BEI beibringen bei McDonalds
EIN einkommen (ein- como prefixo equivale à preposição IN e não ao artigo EIN)
FEST festhalten ein fester Freund
HER herstellen Er kommt hierher. (como sufixo).
HIN hingehen Wohin gehst du? (como sufixo)
LOS loswerfen lose Blätter
MIT mitmachen mit den Kindern
NACH nachdenken nach dem Unterricht
VOR vorhaben vor der Tür
WEG weggehen weit weg von hier
WIEDER wiederfinden Schon wieder!
ZU zumachen zu mir oder zu dir
ZURÜCK zurückgeben hin und zurück
ZUSAMMEN zusammenpassen zusammen oder getrennt?

Todas estas palavras desta tabela são prefixos com vida própria, portanto, SEPARÁVEIS. Todos os verbos que eu citei na tabela têm os seus prefixos separados ao serem conjugados em tempos simples.

ABschneiden = Ich schneide ... ab.
AUFstehen = Ich stehe... auf.
ZUmachen = Ich mache...zu.

3 - Outra característica dos prefixos separáveis é que, além de também existirem como palavras independentes, eles são SEMPRE tônicos.  Ou seja, quando vocês virem um verbo que comece com um destes prefixos acima citados, lembrem-se de que o prefixo é a sílaba tônica do verbo.

Um verbo como ZUMACHEN não se lê "zuMÁchen", mas sim "ZÚmachen".
Um verbo como NACHDENKEN não se lê "nachDÉNken", mas sim "NÁCHdenken".

Essa questão da pronúncia é o ponto mais importante para definir se um prefixo vai ser separável ou não. Mais tarde eu mencionarei isso de novo.

4 - Vamos a exemplos de prefixos inseparáveis.
Num tópico recente eu falei sobre o ZER-, o prefixo da destruição. A palavra ZER- não existe sozinha. Ela tem um significado próprio, mas ela só existe junto a outras palavras.

O mesmo vale para os seguintes prefixos:


Prefixo
BE- besuchen, bestehen
EMP- empfinden, empfangen
ENT- entgehen, entscheiden
ER- erzählen, erarbeiten
GE- gestehen, gehören
MISS- missverstehen, misshandeln
VER- verstehen, verhandeln
ZER- zerbrechen, zerstören

Como vocês veem, estas palavras não existem sozinhas (com exceção de ER, mas neste caso não tem nada a ver com o prefixo). Por esta razão, estes prefixos são sempre INSEPARÁVEIS e ÁTONOS.

besuchen - ich besuche. Pronúncia: beSÚchen, ich beSÚche (o prefixo é átono).
verstehen - ich verstehe. Pronúncia. verSTÉhen, ich verSTÉhe (o prefixo é átono).

Compare o verbo "verstehen" e veja a diferença com o verbo "aufstehen".

aufstehen - ich stehe... auf. Pronúncia. ÁUFstehen, ich stehe ÁUF (o prefixo é tônico).


Dá pra entender até aqui??
Então agora vai buscar um copo d'água para depois ler as exceções :-)

5 - Exceção 1
 O prefixo HINTER-, apesar de também ser uma preposição é SEMPRE inseparável.

hinterfragen - Er hinterfragt alles.


6 - Exceção 2
Há prefixos que podem ser separáveis e inseparáveis. Aqui vai uma lista de prefixos que podem ser tanto separáveis quanto inseparáveis e apenas um exemplo de cada um.



separável inseparável
DURCH durchlesen: Er liest das Buch komplett durch. durchsuchen: Die Polizisten durchsuchen die Wohnung.
ÜBER überkochen: Der Reis kocht über. übersetzen: Ich übersetze den Text.
UM umsteigen: Er steigt hier um. umarmen: Ich umarme meine Freunde.
UNTER untergehen: Die Inseln gingen unter. unterstützen: Meine Mutter unterstützt mich.



WIEDER wiederkommen: Er kommt wieder. wiederholen: Wiederholen Sie, bitte!
WIDER widerspiegeln: Er spiegelt sich im See wider. widersprechen: Er widerspricht mich immer.

O prefixo MISS-, apesar de não aparecer como palavra independente, pode ser tônico em algumas palavras. Mesmo assim,

missverstehen - Du hast mich MÍSSverstanden.

Como saber se é separável ou inseparável. Neste caso a melhor dica é atentar para a pronúncia. Quando o prefixo é separável, ele é tônico. Quando ele é inseparável, é átono.

Ex.: O verbo "WIEDERHOLEN" é ouvido dezenas de vezes nas aulas de alemão. Todo mundo já deve ter percebido que a sílaba tônica é o "HO": "wiederHÔlen Sie, bitte". Ou seja, o prefixo é inseparável.
No caso da maioria dos outros verbos o WIEDER é sempre tônico. Lembram de "Auf WIEDERsehen"???? A sílaba tônica de WIEDERSEHEN é no começo da palavra: WIEDERsehen. Ou seja, se forem conjugar o verbo WIEDERSEHEN, o correto é "Wir sehen uns wieder", "Wir haben uns WIEDERgesehen", separável.

O mesmo vale para os outros prefixos citados.

Uma outra dica: os verbos separáveis geralmente têm o sentido da preposição bem mais concreto do que os inseparáveis. Nos verbos inseparáveis, GERALMENTE; o sentido original da preposição é mais abstrato.

Infelizmente não dá pra falar aqui sobre as diversas mudanças de sentido que os prefixos causam nos verbos, isso será assunto para um outro tópico. Mas acho que todo aluno de alemão percebe bem rápido o quanto esses prefixos são importantes, pois muitas palavras novas são formadas com eles.

Resumo da ópera (com o verbo STEHEN, por exemplo).
1 - O verbo STEHEN é um verbo sem prefixo nenhum. Significa, entre outras coisas, ESTAR EM PÉ.
Ich höre damit auf.
Ich höre dir zu.
Das höre ich mir gerne an.
2 - Podemos acrescentar o prefixo AUF- ao verbo STEHEN e teremos AUFSTEHEN. "Aufstehen" significa LEVANTAR-SE, o que tem um pouco a ver com o sentido original do verbo. Já que "AUF" também é uma palavra autônoma, esta mantém vida própria, é pronunciada sempre de maneira tônica, e sempre que o verbo for conjugado em tempos simples (ou seja, sem a ajuda de verbos auxiliares), o prefixo vai para o fim de frase.

"Eu me levanto todos os dias às 8 da manhã" se diz em alemão "Ich STEHE jeden Tag um 9 Uhr ÁUF". (ou seja, o AUF se separa do verbo e vai pro final da frase, pronunciado de forma tônica).

3 - Podemos acrescentar o prefixo VER- ao verbo STEHEN e teremos VERSTEHEN. "Verstehen" significa, entre outras coisas, ENTENDER. O verbo original se distancia muito do significado original. O prefixo "VER-" não existe como palavra solta, independente, por isso é sempre INSEPARÁVEL e ÁTONO.

"Eu entendo este texto" se diz "Ich verSTEhe diesen Text" (com a sílaba tônica na própria raiz verbal).

(O verbo em inglês também é formado de uma preposição + verbo: UNDER+STAND, mas ninguém fala de prefixos inseparáveis nas aulas de inglês).

Espero que já tenha ajudado a esclarecer estas dúvidas. Mais tópicos sobre este tema virão.

Abraços e divulguem o blog para seus amigos.

15 comentários:

  1. João Pessoa,Brasil .
    é por isso que falam que Alemão é educado ,tem que falar tudo pra entender .Eu já estudei alguém verbos separáveis,vou ter que ler isso aqui muito ,bom mais uma vez obrigada .

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!
    Estive pensando sobre esse assunto dos prefixos separáveis e inseparáveis esta semana, mas não tão profundamente.
    Sempre achei os verbos separáveis uma das coisas mais interessantes sobre a língua alemã. Tenho que começar a anotar essas coisas o-o

    Mas eu ainda tenho uma dúvida cruel: como eu sei qual é a sílaba tônica das palavras em geral?

    ResponderExcluir
  3. este artigo quase me faz passar mal... Mas só quase :p
    Excelente post, amo alemão so sehr!

    ResponderExcluir
  4. Cara!! Sensacional sua maneira de explicar... estava falando sobre isso com uma professora aqui na Alemanha e esse artigo complementou tudo.

    Parabens!

    ResponderExcluir
  5. Consegui entender, mas o lance que resolve é decorar neh?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não... o lance é entrar em contato com a língua alemã pra se acostumar a ouvir a pronúncia correta. Se você ouvir bem que é "ÁUF-stehen", saberá que ele é separável, sem precisar decorar. Além disso, eu dei a dica de quais prefixos são separáveis. Com exceção do "hinter", são aqueles que existem como palavras soltas na língua. Quem tem um mínimo de familiaridade com a língua reconhecerá que "mit-, auf-, vor-..." existem em outras funções, portanto, separáveis. Já "be-, ver-, ent- ..." nunca aparecem como palavras soltas :-)

      Mas é óbvio que dá também pra partir pro decoreba também :-)

      Excluir
  6. Vc tem o dom de ensinar alemão!!! Obrigado por tirar minhas duvidas desde 2008

    ResponderExcluir
  7. Agradeço muito pela sua disponibilidade de ajudar a entender esse idioma fantástico. Eu chego do curso e venho aqui procurar algo para complementar o assunto visto na aula. Sucesso!

    ResponderExcluir
  8. Gostaria de manifestar a minha satisfação com o seu blog. Saio do curso e venho aqui complementar o assunto visto na aula. :) Muito obrigada e sucesso para você

    ResponderExcluir
  9. Só agradecer mesmo. É uma ajuda muito significativa. Como já foi apontado por outros, seu blog quando não serve de complemento, praticamente substitui as aulas, que pelo menos eu ando tendo.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. muito obrigada! como professora de PLE (portugues lingua estrangeira) há 7 anos, posso dizer que nunca vi uma explicação tão boa sobre o tema. Estou estudando alemão na Universidade aqui em Bayern no Vorkurs e já fiz um outro curso numa Sprachschule privada e até hoje não encontrei um bom professor de alemão que ensine a lingua de maneira prática.

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigado por tudo que vc posta. Pra mim que estou começando agora tudo serve.

    ResponderExcluir
  12. Amo seu site, as explicações são perfeitas, muito didáticas. Parabéns!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Nuss....passei mal de ler, olha esse trennbare verb me tira o sono, não conseguia entender como isso funcionava na pratica meu desespero foi tao grande que quase desistir de ler o artigo até o final, mas... la no final captei a mensagem.
    Muito obrigada pela explicação, vou reler ainda algumas vezes mas clareou muita coisa.
    Aprender Alemão na Suíça não é tarefa fácil já que na rua as pessoas falam dialeto que diferente muito do Alemão Culto.
    Obrigadissimo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...