PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

5 de março de 2011

Partículas: Parte 1

Hoje vou falar sobre um dos temas MAIS DIFÍCEIS do alemão.. as partículas. Pra falar a verdade eu nem sei por onde começar. Então vou começar com o mais fácil...

O que são partículas?

Partículas são palavrinhas, em geral monossilábicas, que ajudam a fala a parecer mais natural. Ou seja, as partículas são bem típicias da linguagem oral. Às vezes as partículas podem pertencer a outras classes gramaticais, o que pode deixar o aluno meio confuso.

Por que é difícil aprender o uso correto das partículas?

Primeiro porque o aluno estrangeiro não está acostumado a pensar em alemão. Quando ele pensa na língua de partida, ele pensa na frase sem partículas e acaba nunca usando as partículas no alemão. O grande problema também é que a frase sem a partícula não fica errada, fazendo com que o estrangeiro nunca seja "corrigido". Então para aprender o uso correto e soar natural, é necessário ouvir MUITO alemães falando e prestar atenção quando elas são usadas. O estrangeiro que não está na Alemanha, aprendendo através de livros, muitas vezes vai achar difícil entender o seu uso ou vai ter pouco contato com elas.

Outra grande dificuldade é que elas não têm, em sua grande maioria, uma tradução. Cada caso vai mostrar o uso e o significado da partícula em questão.

Quais partículas existem?
Existem de vários tipos, mas a que estou me referindo são as partículas do tipo: mal, doch, halt, denn etc.

Há algo parecido em português?
Em português a gente usa outros recursos para transmitir aquilo que as partículas exprimem. Às vezes pode até ser uma palavra, mas muitas vezes a gente tem que parafrasear ou apenas entender o sentido que a frase tem com a partícula.

Uma coisa muito importante... as partículas SEMPRE são átonas.  Ou seja, na hora de pronunciar, nunca reforçar a pronúncia da partícula.

Neste post vou dar o exemplo de uso de três partículas que são bem fáceis de entender: MAL, HALT e DENN.

Mais uma vez repito... Essas três palavras podem pertencer a outras classes gramaticais: Mal e Halt também podem ser substantivos. Denn  pode ser uma conjunção. Os exemplos que eu vou dar são apenas de PARTÍCULAS.

MAL:

Quando a partícula mal for usada com imperativo, ela dá a ideia de que não é uma ORDEM e sim um PEDIDO ou SUGESTAO. Para comparar com o português brasileiro, eu gosto sempre de dizer que ela funciona como o nosso AÍ.

Em português (brasileiro), se a gente diz:

Desliga a TV! (dependendo do tom de voz, claro) pode ser uma ordem. Mas no momento em que a gente usa AÍ, tudo muda.

Desliga aí a TV que eu preciso dormir.
Desliga a TV aí, cara. Obrigado!

Entra aí! Come aí! Liga aí pro Paulo!

E quase que eu me esqueço do famoso PERAÍ que vem de ESPERA AÍ!

Tudo isso, em alemão, pode ser dito com a partícula MAL.

Schalte den Fernseher aus! (Desligue a TV!!! Isto é uma ordem!)
Schalt' mal den Fernseher aus! (Isto é um pedido, uma sugestão. "Desliga aí, vá lá!?)

Komm mal rein! (Entra aí!)
Warte mal! (Peraê!) :-)


DENN

A partícula denn é mais usada com perguntas.

Em português a gente tem algo semelhante com as perguntas, que as tornam mais naturais. É a partícula "É QUE".

Por exemplo, não é errado perguntar "O que você está fazendo?", mas é bem mais comum e natural ouvir "O que É QUE 'cê tá fazendo?"

Quando você vem? - Quando É QUE você vem?
Porque você estuda alemão? - Porque É QUE você estuda alemão?

A função do É QUE não é só demonstrar naturalidade na pergunta. Quando se pergunta "Como É QUE é seu nome?" parte-se do princípio que a pessoa tem um nome. "Quando É QUE você vem?", parte-se do princípio que a pessoa vem em algum momento.

O mesmo acontece com denn.
Wie heißt du? é uma frase perfeitamente aceitável e correta. Mas é bem comum ouvir Wie heißt du denn?

Was machst du denn heute? O que É QUE você vai fazer hoje?
Warum lernst du denn Deutsch? Porque É QUE vc estuda alemão?


HALT


A última partícula é SUPER usada, é bem atual e está na boca de todos os jovens. É raríssimo encontrar um jovem alemão que não use halt quando esteja falando sobre qualquer coisa.

Halt é um TAPA-BURACO. Sabe aquelas pessoas que falam o tempo todo TIPO?

Sabe, tipo assim, é que a festa foi boa, tipo, tinha muita gente bonita, tipoooo...
É mais ou menos assim como o halt.
Mas acho que a melhor comparação seria com o POIS dos portugueses. Os portugueses têm mania de colocar um POIS no final da frase. É bem parecido com o jeito de os alemães usarem halt.

So sind die Deutschen. (Assim são os alemães). se torna rapidinho na boca de um jovem "So sind die Deutschen halt".

Ich bin halt kein Deutscher :-)

Espero que tenha ficado claro :-)

15 comentários:

  1. Parabéns pelo blog, tenho vindo aqui todos os dias durante quase 3 semanas. É muito útil e bem escrito.

    Quanto a esta postagem, gostaria de saber se o 'halt', por exemplo, pode ser colocado em qualquer parte da frase. O 'denn', creio que só no final mesmo, né? E o 'mal' é depois do verbo, no imperativo, certo?

    Danke schön,

    Deine Jacqueline

    ResponderExcluir
  2. Hallo Herr Muller,
    adoro seu blog. Tem me ajudado muito com o alemão. Apesar de iniciante, sou uma apaixonada pela língua. Wir sind Helden, Clueso, madsen, foram novidades muito bem vindas. Vou continuar acompanhando sempre!
    Vielen Dank!
    Ana

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post!
    Escrever muito bem e com uma naturalidade muito impressionante :-)
    Acabei o B1 há poucas semanas e nunca tive uma explicação tão clara para o 'denn' rs!

    Adoro seu blog!

    brunahagemann.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Finalmente consegui entender o 'denn' hehe...

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. " matou a pau",kara.
    Você é de+.
    dake schon!

    ResponderExcluir
  6. dddddddddddd++++++++++++ Esclarecidissimo...

    ResponderExcluir
  7. muito bom, vc explica impressionantemente bem !

    ResponderExcluir
  8. Ajudou demaaaaaaaaaaaaaais. Melhor coisa é ter alguém bem entendido das duas línguas para poder fazer essas "aproximações", como você faz. Isso auxilia muito no aprendizado.

    ResponderExcluir
  9. Ótimo post mas..... e a Parte 2?? ;)

    ResponderExcluir
  10. Terminei b1 Kurs e embalei num curso de conversação tal tema e esse aí nossa como teu Blog me ajuda de vdd eu uso teu Blog tds os dias pra tirar dúvidas sou mt grata msm de coração. .bjus que Deus te cuide sempre

    ResponderExcluir
  11. Por favor, faz um post sobre EIGENTLICH - estou há dias estudando e já acho de longe a partícula mais difícil.

    Quem fala inglês, comumente cai no erro de associar a "actually". Mas alguns exemplos que tenho lido em fóruns e artigos acadêmicos mostram como isso não é sempre verdade e como há nuances semânticas que podem ser fatais e te fazer soar totalmente diferente do pretendido.

    EX 1: Ao telefone, se alguém lhe pergunta "Ist Sara da?" e respondemos "Sie ist EIGENTLICH nicht hier.", isso significa que ela está, mas não pretendemos passar o telefone a ela.

    EX2: Sobre a mesa de jantar, se eu digo "Ich habe EIGENTLICH keine Hunger" isso implica que apesar de eu não estar com fome, eu estou/estarei comendo por qualquer outra razão (talvez porque o prato é delicioso).

    EX3: Durante um passeio, se eu digo "Ich gehe EIGENTLICH gern spazieren", a ideia é que eu acabo de me dar conta de que apesar de gostar muito de passear, eu quase não faço isso.

    Me perdoe se algum exemplo não estiver correto, apenas repassei o que leio das discussões em fóruns, segundo explicações dos nativos. Realmente não consigo alcançar o sentido de EINGENTLICH em seu uso adverbial

    ResponderExcluir
  12. Acho que o denn poderia ser traduzido também como "mesmo".
    Was machst du ? -> O que você vai fazer?
    Was machst du denn ? -> O que você vai fazer mesmo ?

    ResponderExcluir
  13. obrigada pela explicacao! incrivel como ate um tema como particulas modais vc tem o dom de simplificar! espero que saia um dia a part 2 :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...