PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

8 de abril de 2014

Adjetivos: o terror mastigado (Parte IV)

Oi, Fábio,

Escrevo pra você, após procurar ajuda nas gramáticas aqui de casa e até perguntar meu professor alemão de alemão (rs), sem sucesso!

A seguinte frase não está me deixando dormir:

"Die Verfügbarkeit inhaltlich relevanten Vorwissens ist eine der wichtigsten leserseitigen Voraussetzungen für ein angemessenes Verständnis schriftlicher Texte"

A primeira coisa a me chamar atenção nessa frase foi a declinação de "relevanten"... olha só, nessa frase não há artigo "des", e tudo que eu aprendi de declinação de adjetivos até hoje diz que se você não tem nenhum artigo ou palavras como "solch-", "dies-", "jede-", etc., que demonstrem qual o caso e gênero do substantivo, os adjetivos tem que ser declinados de forma a fazê-lo, sendo, logo, meu primeiro instinto dizer que não deveria ser "relevanten", mas sim "relevantes". Ao questionar o professor, porém, ele disse que estava correto e que aprendi errado, porém não soube justificar na hora. Stimmt das? Warum denn?

Vamos responder à pergunta do leitor Pedro Köhler:

Resumindo a pergunta dele:
No caso de "relevanten Vorwissens", o substantivo está no genitivo neutro singular e não está acompanhado de nenhum artigo nem de outro determinante (demonstrativos, possessivos etc.). Por isso, a ideia é que o adjetivo recebesse a terminação que o artigo definido (no caso do genitivo neutro singular: DES) teria, por isso "relevantes". A pergunta dele é: Por que não é assim? :-)

######################

(Bem, cabe sempre lembrar aos nossos novos leitores que ainda não leram os tópicos completos sobre declinação dos adjetivos que é bom dar uma lida antes de ler esse tópico aqui.
Os dois tópicos onde explico praticamente tudo que é necessário pra entender a declinação dos adjetivos estão aqui: Parte I, Parte II e Parte III.)


######################

Vamos agora à resposta. Querido Pedro, só teve um princípio das declinações de adjetivos que talvez você tenha esquecido. Se você olhar bem as duas tabelas de declinação dos adjetivos que eu dou no blog (Parte II) verá que para o genitivo neutro e masculino de ambas as tabelas só é possível a terminação -EN. Inclusive na segunda tabela eu marquei os -EN de vermelho, pois isso difere dos artigos definidos (no caso "DES" para o masculino e neutro).

A explicação eu havia dado no próprio blog e repito aqui. "Mesmo motivo: o genitivo masculino e neutro já recebem uma marca de caso, um -S (ou -ES) no próprio substantivo. Por isso, não há necessidade de marcar o caso no adjetivo. Então como na tabela de cima, GENITIVO -EN!"

Repetindo: apesar de não estar acompanhado de artigo, o próprio substantivo recebe o -S (No seu exemplo: Vorwissens). Então fica fácil de reconhecer o caso em que o substantivo está. O adjetivo então recebe apenas -EN (da tabela de declinação fraca).

Outro exemplo:
Der Geruch starken Kaffees belebt ihn. 
O cheiro de café forte o anima.

No caso dos substantivos femininos e no plural, o substantivo no genitivo não recebe nenhuma marca de caso, por isso o adjetivo acaba recebendo a terminação que teria o artigo.
Der Geruch starker Getränke belebt ihn. 
O cheiro de bebidas fortes o anima.

Ou do seu exemplo:
"(...) für ein angemessenes Verständnis schriftlicher Texte"
(...) para um entendimento apropriado de textos escritos.

Ficou claro? :-)


Vamos agora à segunda parte da pergunta que vou postar aqui de forma resumida:
Por que o adjetivo "inhaltlich" não está declinado?

Resposta: Porque adjetivos também podem funcionar como advérbios (o que é o caso do seu exemplo) e advérbios são invariáveis. Advérbios variam apenas em grau (comparativo ou superlativo).

O mesmo acontece em português também (por increça que parível, alemão e português têm mais coisas em comum do que se imagina). Em português é possível transformar um adjetivo em advérbio acrescentando sufixos (calmo - calmamente; rápido - rapidamente). Mas nem sempre é necessário fazer essa transformação. Adjetivos podem ser usados como advérbios SEM SUFIXO, mas pra isso os adjetivos ficam sempre invariavelmente no masculino singular.

Esse é um trem rápido. (rápido = adjetivo).
É uma música muito rápida (rápida = adjetivo; concorda em gênero e número).
Eles falam rápido. (rápido = advérbio. Mesmo o sujeito estando no plural, não se diz "rápidos").

Da mesma forma em alemão é possível usar o adjetivo schnell (rápido) como advérbio.

Exemplo de adjetivos fazendo a concordância:
ein schnelles Auto
ein schneller Zug
eine schnelle Bahn

Exemplo de advérbio
Er spricht schnell.

Vamos continuar no exemplo das pessoas que falam rápido para facilitar a explicação. Imagine que você queira dizer algo mais ou menos assim:

As notícias foram faladas rápido/rapidamente.
Die Nachrichten wurden schnell gesprochen. (Mais uma vez "schnell" é advérbio)

Transformemos esse "faladas" num adjetivo que acompanhe o substantivo "notícias":
É difícil entender essas notícias faladas rápido/rapidamente. (Acho que dá pra perceber que "rápido" ainda se trata de um advérbio, sim?) Vamos traduzir pro alemão.

Es ist schwer, diese schnell gesprochenen Nachrichten zu verstehen. 

No caso, o advérbio "schnell" está modificando o adjetivo "gesprochen". Esse adjetivo é o único a ser declinado e receber uma terminação. A terminação do adjetivo -EN está lá porque o demonstrativo "diese" já tem a marca do plural -E, mas schnell, como advérbio, não recebe terminação nenhuma.

Deu pra entender? :-)

A Deutsche Welle, por exemplo, tem uma seção chamada "Langsam gesprochene Nachrichten" (Notícias faladas lentamente). Pelo mesmo motivo: "langsam" (lento), apesar de poder ser um adjetivo, aqui está sendo usado como advérbio (lentamente, devagar), por isso sem terminação. O adjetivo "gesprochen" (adjetivo formado de um particípio) recebeu a terminação -E porque não está acompanhado de nenhum artigo que marque o plural.

A propósito: recomendo bastante esse canal pra quem quiser ouvir notícias em alemão acompanhando o texto. 

Voltemos ao seu exemplo:
"Die Verfügbarkeit inhaltlich relevanten Vorwissens"

A palavra "inhaltlich" (conteudístico) está sendo usada como "advérbio", modificando o adjetivo "relevant" (relevante). Se fôssemos traduzir ao pé da letra seria: "A disponibilidade de pré-conhecimento relevante conteudisticamente (sic)". Dá pra entender agora o porquê "inhaltlich" estar sem terminações?

Pra terminar: esses exemplos são mais comuns do que a gente pensa e são usados em coisas bem banais, como:
Ich habe einen echt guten Film gesehen. 
Eu vi um filme REALMENTE bom. 

A palavra "echt" (real) é usada como advérbio (realmente). Se você colocasse a terminação em "echt", o sentido passaria de "um filme realmente bom" para "um filme bom, real". Verstanden? :-)

Divulguem sempre o blog. 

7 comentários:

  1. Muito boa a explicação. Com essa explicação a gramática vai ficando mais facil.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a explicação. Com essa explicação a gramática vai ficando mais facil.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, conseguiu explicar um tema complicado de forma bem didática.

    ResponderExcluir
  4. E nos casos "ohne Artikel"? Zum Beispiel: Trinkst du kalte Milch? Oder Hat er rote Hemden?

    ResponderExcluir
  5. E quando não há artigos? Por exemplo: Trinkst du kalte Milch? Oder hat er rote Hemden?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...