PESQUISAR NO GOOGLE

Faça sua busca aqui:
Pesquisa personalizada

PESQUISAR NO BLOG

31 de julho de 2012

Alemão tem palavras gigantes


Bundesverwaltungsgericht
Quando se faz uma visita a Leipzig como turista, há dois lugares que impressionam por sua arquitetura: um deles é o "Bundesverwaltungsgericht", que é (se não me engano) o único tribunal federal fora de Berlim. O segundo lugar é o "Völkerschlachtdenkmal", que é um monumento à Batalha das Nações (ponham no Google!) .-)

A segunda coisa que impressiona além da arquitetura é que todos os meus amigos que visitaram esses lugares se assustavam com o tamanho dos nomes. Nenhum deles era capaz sequer de dizer o que visitaram ou viram. Bundesverwaltungsgericht. Völkerschlachtdenkmal.


Uma das características da língua alemã que deixa todo mundo meio de cabelo em pé é a facilidade que se tem de se criarem novas palavras, ou melhor, palavrões. Pois é.. assusta um pouco ver aquelas palavras gigantes. Mas na verdade, a idéia por trás das palavras compostas é muito simples.

Veja só:
Se as palavras formarem uma unidade semântica, ou seja, se elas juntas se referirem a apenas uma única coisa, então devem ser escritas juntas. Se não, separadas. 


Ou seja: significado singular = uma palavra!
Em inglês, por exemplo, essa lógica não existe, às vezes junto, às vezes separado. 

Vamos dar um exemplo:
PARADA DE ÔNIBUS


Em Português são dois substantivos unidos pela preposição. Mas uma “parada de ônibus” se refere a apenas um local, não é mesmo???  É o nome de uma coisa só.

Então isso constitui uma unidade de significado. A gente se refere a apenas uma coisa, o local o onde as pessoas esperam pelos ônibus.

Em alemão... a parada é “die Haltestelle” (que, por si só, já é uma palavra composta:   HALTE(N) = parar + STELLE = vaga, local). Ou seja, é um local para parar, isto é, uma parada. Ônibus em alemão é “der Bus”... uma parada de ônibus é “die Bushaltestelle” = BUS + HALTE(N) + STELLE. Por que se escreve tudo junto? Porque uma parada de ônibus é uma unidade semântica, é uma coisa só.

Em inglês.. eles escrevem separado BUS STOP, mas a lógica teria sido a mesma se tivessem escrito junto. "BUSSTOP".

Mas se a gente parar para analisar, em outros casos, se escreve junto. Pensemos na palavra BATOM.
Em Inglês batom é LIPSTICK, que é a junção de LIP (lábio) e STICK (bastão) = bastão para os lábios. Qual é a lógica que manda escrever LIPSTICK junto e BUS STOP separado?? Nenhuma. Uns já tentaram argumentar nos comentários que seria o "S" da palavra "BUS". 

Querem mais exemplos? (todos com letras diferentes)

Atentem!!!! Em inglês (às vezes junto, às vezes separado), em alemão (sempre junto, se se referir a uma coisa só): 

CITY MAP - STADTKARTE
CITY CENTER- STADTZENTRUM, INNENSTADT
BATHROOM - BADEZIMMER
DINNER ROOM - ESSZIMMER
MILK CHOCOLATE - MILCHSCHOKOLADE
CHOCOLATE CAKE - SCHOKOLADENKUCHEN
PANCAKE - PFANNKUCHEN, EIERKUCHEN
BIRTHDAY - GEBURTSTAG
BIRTHPLACE - GEBURTSORT
Mas: BIRTH CERTIFICATE - GEBURTSURKUNDE
E: BIRTH CONTROL - GEBURTENKONTROLLE

A língua alemã tenta pelo menos manter o padrão de escrever sempre junto. Um batom, por exemplo, é “der Lippenstift”. Um motorista de ônibus é um BUSFAHRER, um de táxi é um TAXIFAHRER, um ciclista é um RADFAHRER e assim por diante. No inglês não há um padrão. No português, as palavras compostas do alemão geralmente são traduzidas por várias palavras com "DE" (ou outra preposição, dependendo do sentido), ou com algum termo próprio.

As traduções, em geral, devem ser feitas da direita para a esquerda. 



STADTKARTE - STADT (cidade) + KARTE (mapa) = mapa da cidade
STADTZENTRUM - STADT (cidade) + ZENTRUM (centro) = centro da cidade
BADEZIMMER - BADE(N) (banhar-se) + ZIMMER (quarto) = banheiro
MILCHSCHOKOLADE - MILCH (leite) + SCHOKOLADE (chocolate) = chocolate ao leite
PFANNKUCHEN - PFANNE (frigideira) + KUCHEN (bolo) = panqueca (aqui o português inventou uma palavra que imita a inglesa)
GEBURTSURKUNDE - GEBURT (nascimento) + S + URKUNDE (certidão) = certidão de nascimento
GEBURTENKONTROLLEN - GEBURT (nascimento) + EN + KONTROLLE (controle) = controle de natalidade

Há alguns casos em que as partes não formam o significado final da palavra, ou onde é necessário um pouco mais de criatividade para decifrá-las, mas estas são mais exceções do que a regra:

Ex.: 



Schlüsselloch = Schlüssel (chave) + Loch (buraco) - não é o buraco da chave, mas sim, o buraco PARA A chave, ou seja, o buraco da fechadura.

Lebensabend = Leben (vida) + S + Abend (noite) - noite da vida?!??! Pois é, Lebensabend é uma palavra bonita para "velhice", ou melhor, "terceira idade"... oooops.. para os politicamente corretos é a "melhor idade". 



Aberglaube = Aber (mas, porém) + Glaube (crença) - hmmmm crença + porém?!?!??!?!?? O resultado é "superstição" :-) Mas não adianta reclamar, né? A nossa palavra "superstição" também não ajuda em nada... que super tição é esse, hein? :-)

Brincadeiras à parte, esse tipo de palavra onde as partes não formam o sentido do todo são mais exceções.

Analisemos o seguinte exemplo (deu medo!?): 



Sempre tente separar as partes...


Vamos lá, caso a caso: 


WINTER  (inverno) + GARTEN (jardim) + FACH (especialidade, disciplina) + GESCHÄFT (loja, negócio)... :-)

Se essa palavrinha fosse escrita em português tudo junto teríamos: 



LOJAESPECIALIZADAEMJARDIMDEINVERNO

Ah, mas em português não escrevemos junto e por isso é mais fácil. Tá, ok, concordo. Mas o fato de escrevermos junto em alemão não torna tudo mais complicado. Apenas fica mais claro que se trata de uma coisa só.

Nessa foto também há mais palavras compostas:



Vou destrinchar as partes e deixar para que vocês as traduzam:
1) EINGANG + S + ZONEN

2) BESCHATTUNG + S + ANLAGEN 




Segunda reclamação dos alunos é: Ah, mas eu não consigo reconhecer as partes numa palavra grande. 


Ah, galera, calma. Isso só mostra que você ainda é muuuuuito iniciante. No começo tem que se adquirir um vocabulário básico da língua e com o tempo você vai ver uma palavra e imediatamente reconhecer que o palavrão são várias palavras que você conhece escritas  sem espaço entre si. Se você começou a estudar alemão agora, vai ser mesmo difícil reconhecer as partes,  mas peça a seu professor pra destrinchar palavras compostas para que você comece a pegar o jeito. 


Uma informação IMPORTANTÍSSIMA:


Numa palavra composta só o ÚLTIMO ELEMENTO que é importante para saber o gênero e o plural da palavra. 


Em WINTERGARTENFACHGESCHÄFT, por exemplo, temos

der Winter - Plural: die Winter

der Garten - Plural: die Gärten
das Fach - Plural: die Fächer
das Geschäft - Plural: die Geschäfte


Mas o gênero do palavrão todo assume o gênero de GESCHÄFT (ou seja, neutro) e o Plural é também só da última palavra, pois na verdade se trata de uma LOJA, e isso é o mais importante. Todas as outras palavras são apenas especificações de que tipo de loja. 


Na hora de buscar num dicionário, nem sempre se encontram todas as palavras compostas (não há como prever todas as palavras compostas possíveis em alemão). Por isso, é normal ter que procurar pelas PARTES dela. Por isso, é importante conseguir destrinchar uma palavra em partes. 

Völkerschlachtdenkmal
Um leitor do blog me perguntou o porquê de, às vezes, haver um S entre as palavras. Olha, infelizmente não há regra pra isso. O “S” ou “N” que aparecem na formação de palavras são apenas consoantes de ligação. Em Português também há: se você joga uma PEDRA, é uma PEDRADA, se joga um pau, é uma PAULADA. De onde saiu esse L da palavra paulada?? Pois é... é apenas uma consoante de ligação.
Tem algumas regras que podem ajudar, por exemplo: 

Uma delas é: se a palavra da esquerda terminar em –heit, -ing, -ion, -keit, -ling, -schaft, -tät, -tum, -ung, aparece um “S”.
Exemplo:
Religionsfreiheit (liberdade religiosa)
Wirtschaftswissenschaften (ciências econômicas)
 
Por isso no caso de juntar BUND + VERWALTUNG + GERICHT, deu BUNDESVERWALTUNGSGERICHT.
O „N“ aparece em casos como:
Sonnenschein (brilho do sol) - (Só existe UM sol, então não tem porque achar que é N de plural, é um N de ligação mesmo).
Wochentag (dia da semana)
Mas são regras muito gerais. Não há como saber.. o jeito é ir pegando o “jeitinho.”

Não tenham medo de palavras grandes, geralmente é só ir destrinchando as partes. Comecem sempre pela última palavra e vão tentando traduzir de trás pra frente. Geralmente dá certo.

Pra terminar, por favor, ajudem-me a acabar com esses mitos:


1 - Quando amigos seus vierem te mandar aqueles palavrões que rolam há séculos na Internet só pra ASSUSTAR quem quer aprender alemão (e se achando!), mostre que palavras grandes não te assustam, pois elas são apenas várias palavras pequenas escritas junto. 

Algumas palavras grandes do alemão são famosas e já rolam há séculos na Internet, mas lembrem-se sempre que são palavras VIRTUAIS, que podem ATÉ ter aparecido uma vez num livro ou outro, mas que não são usadas diariamente como se fossem palavras comuns da língua.

Uma das mais conhecidas é: Donau­dampfschifffahrts­gesellschafts­kapitän que é feita de Donau (Danúbio) + Dampf (vapor) + Schiff (navio) + Fahrt (ação de "ir", trajeto)+ S + Gesellschaft (sociedade) + S + Kapitän (capitão)

Olhando assim separado nem parece esse monstro, né?

aham... hottentotten.. engraçado O.o
Escrevendo junto em português teríamos:
capitãodasociedadedenavegaçãoavapordodanúbio

Então vamos parar com essas besteiras de sair postando palavras grandes como se estivessem arrasando.

2 - Aquela historinha do Hottentotten que já rola na Internet desde a época da internet discada já encheu o saco (pelo menos o meu!). Mas quem não a conhece ainda e quiser acordar do coma cibernético agora, pode lê-la aqui. :-) Favor não enviá-la ao meu e-mail nem postá-la na página do Facebook. Sorry! 





Divirtam-se brincando de destrinchar palavrões!


DIVULGUEM O BLOG!

14 comentários:

  1. Legal, não tinha pensado ainda nisso - duas palavras que juntas tem um significado singular, é uma palavra composta em alemão - Valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  2. Oi, aquela questão do S no meio da palavra quando termina em determinados sufixos, não seria porque a palavra principal estaria no genitivo? Por exemplo, na palavra "Religionsfreiheit", que significa "liberdade religiosa", na verdade é um adjetivo simples para a locução adjetiva "liberdade de religião", no caso acho que cabe um caso de restrição ou posse, representado pelo genitivo da língua alemã.
    Eu sei que de acordo com a declinação da palavra o genitivo tem uma forma específica, mas acho que seria uma "uniformização" pra não dar muita confusão pra escrever.
    Falando nisso, vc já percebeu como a estrutura do alemão se parece com a do latim?
    Abraços Danielle - Botucatu/SP

    ResponderExcluir
  3. Entendi seu ponto ao tomar como expemplo o termo 'bus stop' em inglês, mas estendo que há, sim, certa lógica em não escrever 'bus' e 'stop' numa palavra só. Ao juntar essas palavras, teríamos 'busstop', o que induziria uma pronúncia diferente de 'bus stop'. Neste caso, existe uma pequena pausa entre 'bus' e 'stop'. Naquele, o 's' seria pronunciado uma única vez e não haveria pausa entre as palavras.
    O que acontece em alemão com composto que têm a última consoante de uma de suas palavras igual à primeira consoante da palavra seguinte???
    Acabei de lembrar de 'Shifffahrt'...

    Abraços e parabéns pelo blog.

    André. Porto Alegre-RS.

    ResponderExcluir
  4. AFF ESSA PALAVRONA Jà ME ASSUSTOU,SE EU MORASSE NA ALEMANHA, PENSO QUE LEVARIA ANOS,E ANOS A APRENDER A LINGUA.


    BACI

    ResponderExcluir
  5. City Center não seria melhor dizer Downtown? Agora fique em dúvida! Mas obrigado pelas dicas. Irei para a Alemanha daqui 2 dias e estou intensificando meu alemão.

    ResponderExcluir
  6. Mas existem palavras bem maiores do que estas, por exemplo: Donaudampfschifffahrtsgesellschaftskapitaenswitwe - Kraftfahrzeughaftpflichtversicherung e a maior de todas já registrada na Alemanha: Rindfleischetikettierungsueberwachungsaufgabenuebertragungsgesetz

    ResponderExcluir
  7. Hallo, Herr Müller!
    Der Bundesgerichthof und das Bundesverfassungsgericht legen in Karlsruhe, Baden-Württemberg.
    Also, eles também são tribunais federais alemães ;)

    ResponderExcluir
  8. Hallo, Herr Müller!
    Der Bundesgerichthof und das Bundesverfassungsgericht legen in Karlsruhe, BaWü.
    Grüsse!

    ResponderExcluir
  9. Como sempre, suas explicações e observações são muito boas. Só tenho que corrigir uma coisa: o Bundesverwaltungsgericht não é o único tribunal federal fora de Berlim. O Bundesgerichtshof e o Bundesverfassungsgericht têm sua sede em Karlsruhe.
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Esse pequeno video da uma ideia de como funciona a composição de palavras: https://www.youtube.com/watch?v=YcMT395UvWI&feature=youtube_gdata_player

    ResponderExcluir
  11. Oi!

    E quando aparece a consoante de ligação dentro das palavras compostas, os conectivos, como fica a pronúncia deles em específico dentro da palavra?
    Tem alguma regra de pronúncia para os conectivos nas palavras em especial?

    ResponderExcluir
  12. A única explicação para o alemão ser complicado é que desde o tempo dos antigos romanos estes povos viviam em guerra e precisavam inventar códigos secretos, para o qual o povo tem aptidão natural, aliás, a palvra guerra é de origem germânica.

    ResponderExcluir
  13. Substantivos compostos sem hífen (Bindestrich) Visualizo a palavra e identifico os componentes, logo se revela de que se trata. O Duden, Band 1,Die deutsche Rechtschreibung, Seite 50, (betreff) Getrennt- und Zusammenschreibung, esclarece tudo a respeito: Nem sempre é unívoco!

    ResponderExcluir
  14. 👏👏👏👏 cara amei a explicação, ajudou muito e parabéns

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...